#JornalismoSemFakeNews

24 de maio de 2008 às 12:45

Para Alexandre Macedo, Rogério Marinho venceu antes da eleição

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

No seu comentário diário na 96FM, o publicitário Alexandre Macedo apontou ontem o deputado Rogério Marinho como o grande vencedor da campanha que nem mesmo começou.
Falou referindo-se à resolução aprovada pelo PT, que inclui o PSB e o PMDB na coligação para formação da chapa proporcional.
Requisito que Rogério usou como condição para retirar sua candidatura a prefeito de Natal, depois que a governadora Wilma de Faria, sua líder, optou pela aliança em torno da candidatura da deputada Fátima Bezerra (PT).
Eis um trecho do comentário de Alexandre Macedo, onde ele explica porque considera Rogério vencedor:

“Rogério Marinho sabe que, do mesmo jeito que ele externou, várias vezes, que só retiraria sua pré-candidatura pelo PSB, caso o PT resolvesse firmar a coligação proporcional com o seu partido, numa clara demonstração de coerência partidária, pode, agora, ter chegado a
hora de manter viva sua ligação com o seu partido e seu berço político, que é o wilmismo.
Ela também sabe que alcançou os objetivos mais transparentes dessa luta e que demonstrar firmeza não é só fazer exatamente aquilo que os velhos adversários desejam para aumentar o fogo no paiol alheio.
Agora é a sua hora de meditar e escolher o caminho melhor. Mas, melhor.pra quem? Essa é a pergunta que, a partir de hoje, tem Rogério de responder se resolver manter uma pré-candidatura que, a partir de agora, perde consistência no discurso e cria ares de intransigência pessoal e egoísmo político.
Rogério já pode se considerar vencedor e cumpridor de sua maior tarefa nessa eleição: lutou pelo respeito ao PSB. E conseguiu; lutou pela aliança proporcional com o PT, e conseguiu; lutou para ser solidário com os seus companheiros e conseguiu.
Portanto, se alguém, a essa hora, já pode dizer que venceu em 2008, mesmo antes da eleição, esse alguém é o deputado Rogério Marinho, do PSB”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.