#JornalismoSemFakeNews

8 de julho de 2008 às 0:25

Bancada potiguar no Senado discursa em homenagem ao ex-deputado Djalma Marinho

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nos discursos dos senadores…
José Agripino lembrou dos amigos inseparáveis: Tarcísio Maia, Dinarte Mariz e Djalma Marinho.
Segundo Agripino, Tarcísio era o grande administrador público, Dinarte o articulador e Djalma era o intelectual que orgulhava a todos e o estadista corajoso. “Um potiguar que honrou a política do Brasil”.
Rosalba Ciarlini definiu a passagem de Djalma Marinho pelo Parlamento como sendo “cheia de rico e fecundo significado político”.
A senadora destacou as ligações de amizade do parlamentar com o ex-deputado Vingt Rosado, tio do marido dela, Carlos Augusto, também amigo do filho do homenageado, o ex-deputado Márcio Marinho.
“Um político grande na simplicidade de sua modéstia e modesto na grandeza de seus valores éticos pessoais, intelectuais, culturais e políticos”, disse Rosalba.
E Garibaldi Filho, último a discursar, contou que durante a campanha de Djalma contra seu tio Aluízio Alves, nunca recebeu autorização para falar do ex-deputado.
“Lembro que na campanha só podíamos direcionar nossas críticas a Dinarte, pois até nós adversários reconhecíamos naquele homem (Djalma) sua generosidade que nasceu da sua formação intelectual. E que falta ele nos faz nos dias de hoje”, disse o presidente do Senado.
Garibaldi discursou folheando “O Homem que Pintava Cavalos Azuis”, uma história sobre Djalma marinho escrita pelo presidente da Academia Norte-Rio-grandense de Letras, Diógenes da Cunha Lima, que foi relançado na Câmara dos Deputados.
“Djalma Marinho era um homem que não cabia na política do Rio Grande do Norte daquele tempo. Daí porque se dizia que ele era mais forte em Brasília do que lá. Aquela vocação intelectual de Djalma Marinho, aquele aprendizado que ele tinha da política se chocava um pouco com a realidade do Rio Grande do Norte”.

Foto: Jane Araújo\"\"                                                        Senador Garibaldi Filho lembra Djalma folheando livro de Diógenes Cunha Lima

Foto: Agência Tempo\"\"                                                               Deputado Felipe Maia aparteou Garibaldi para render homenagens a Djalma 

\"\"                                                  Rogério cumprimenta Rosalba, ao lado do pai Valério e do senador Garibaldi

\"\"                                                      Senador José Agripino lembrou amizade de Djalma com o pai Tarcísio Maia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.