#JornalismoSemFakeNews

23 de dezembro de 2009 às 1:26

Depois de bater o pé diante da bancada, Câmara aprova OGM com percentual de remanejamento de 10%

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A aprovação do Orçamento do Município, que pareceu tranqüila…
Teve momentos bastidores.
Com um recuo da bancada governista e um bate-pé da prefeita Micarla de Sousa.
Há dias a prefeita havia se reunido com a bancada…
E ficou definido que o percentual de remanejamento do orçamento, seria de 10%.
Tudo OK até o momento em que a bancada da prefeita, informado à chefe do Executivo pelo vereador-verde Edivan Martins, decidiu recuar para 8,5%.
Momento em que a prefeita bateu o pé…dizendo não se tratar de uma discussão administrativa, e sim, política.
*
Quem tentou melar a estratégia da bancada foi o vereador do PMDB, Luís Carlos, do PMDB.
Que apresentou em plenário a emenda que determinava que o limite de crédito passível de remanejamento por parte da Prefeitura fosse de 5%.
Mas aí veio o vereador Paulo Wagner…que apresentou emenda estabelecendo que o limite de remanejamento ficasse em 10%.
E a emenda de Paulo Wagner, fazendo valer a palavra dos vereadores da bancada, foi aprovada por 15 votos contra 5.
Dos aliados da prefeita, só não votou o vereador Ney Júnior.
Que está em casa se recuperando de uma gripe suína.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.