#JornalismoSemFakeNews

14 de fevereiro de 2010 às 18:14

Arena das Dunas entre as 7 construções em atraso que preocupam a Fifa

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em meio ao noticiário do Carnaval, eis uma informção que faz parar, no meio da garganta, o gole de cerveja:
ATRASO NA CONSTRUÇÃO DE SETE ESTÁDIOS DA COPA DE 2014 PREOCUPA FICA
Do UOL Esporte
Em São Paulo
Ainda com processos licitatórios em andamento, a Copa de 2014 já dá sinais de que suas construções sofrerão atrasos. De acordo com levantamento realizado pela Folha de S. Paulo, publicado na edição deste domingo, pelo menos sete dos 12 estádios que receberão partidas do Mundial do Brasil não deverão ter as obras iniciadas até o dia 1º de março, prazo máximo estipulado pela Fifa.
O Maracanã, a Arena das Dunas, o Castelão e a Arena Recife estão com os processos licitatórios de execução das obras atrasados e só devem começar a preparação para a Copa-2014 depois do início de abril. Provável palco da final do torneio, o estádio do Rio de Janeiro não tem data definida para o início das obras. A previsão é que as reformas sejam iniciadas em agosto. As adaptações do entorno são esperadas para março.
Preocupado com atrasos que possam comprometer o projeto de Copa, o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., disse na última quinta-feira que “acendeu a luz amarela”. De acordo com a Folha, as autoridades consideram que a situação da Arena das Dunas, em Natal, é a mais preocupante.
Os dirigentes temem que o início das obras demore ainda mais e fique somente para o segundo semestre. A nova arena de Pernambuco também é motivo de dúvidas, já que o Governo do Estado patina para aprovar a licitação, que vai conceder a administração do estádio por 30 anos ao vencedor.
Outro projeto que está atrasado é o Castelão, em Fortaleza. As obras começarão em 5 de abril. “Mudamos o edital algumas vezes, mas o importante é a data de conclusão da obra. Vamos trabalhar muito para entregar o estádio em dezembro de 2012 [data exigida pela Fifa para definir as cidades que vão receber a Copa das Confederações em 2013]. Isso garantimos”, afirma Ferruccio Feitosa, secretário de Esportes do Ceará.
As licitações das obras das arenas de Manaus, Brasília e Cuiabá estão bem encaminhadas. Já o Mineirão e a Fonte Nova experimentam situação mais confortável. Sem necessidade de passar por processos licitatórios para a execução das obras, os estádios particulares – Morumbi, em São Paulo, Arena da Baixada, em Curitiba, e Beira-Rio, em Porto Alegre – já começaram a sofrer intervenções para o Mundial de 2014.
*
Aguardando o que vão dizer os responsáveis pela construção da nossa Arena das Dunas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.