#JornalismoSemFakeNews

11 de março de 2010 às 13:08

Coligações: por enquanto, só interesses

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Enquanto o TSE não define as regras para as coligações das eleições deste ano, os partidos vão ensaiando.
Quem vai se dar bem com quem?
Partido A elege quantos se a coligação for com partido B, e deselege quantos se for com partido C?
Haja consultas, cálculos, informações, desinformações.
O que está sendo pensado pelos partidos e candidatos, neste momento, é uma verdadeira salada mista, atendendo a interesses pessoais.
Coliga de um jeito para a chapa majoritária, de outro para a eleição federal e de mais outro para a eleição estadual.
Quando o TSE anunciar a definição, vai ter muita lágrima derramada e muita aliança desfeita.
Dois nomes são os mais citados na política potiguar, quando o tema é coligação: o deputado Henrique Alves e o senador Garibaldi Filho.
Com Henrique em um palanque majoritário e Garibaldi em outro…o que fazer para os dois se unirem nas coligações proporcionais?
Quem pode ficar de fora da política?
Enquanto o TSE não se pronuncia…vão reinando as especulações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.