#JornalismoSemFakeNews

13 de agosto de 2010 às 1:41

Upa de Pajuçara: 98%% dos pacientes se dizem bem atendidos

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um dos sistemas de atendimento da UPA – Unidade de Pronto Atendimento – de Pajuçara, inaugurada há pouco mais de dois meses, é registrar a forma como os pacientes foram atendidos.
Uma espécie de pesquisa.
E os números chegaram nesta quinta-feira ao gabinete da prefeita Micarla de Sousa.
Pesquisa realizada com 400 pessoas que receberam atendimento na UPA
identificou aprovação de 98,8%, em média, aos serviços prestados e à estrutura do prédio.

Eis os números da pesquisa:

O “tempo de espera”, foi considerado “bom” por 96,25% dos pacientes atendidos, em relação ao aguardo para serem recebidos pelos médicos.
O percentual é ainda maior com relação aos serviços de enfermagem (99%) e administrativos (99,5%).
A “boa vontade e disposição das pessoas em ajudar e resolver os problemas” também receberam índices altos de aprovação, variando de 97,75% a 99,5%.
Outro interesse da pesquisa foi registrar como os usuários avaliavam a “limpeza e conforto da recepção, banheiro, corredores, sala de espera e consultórios”.
Entre as opções “bom”, “regular” e “fraco”, somente um dos 400 entrevistados considerou regular, enquanto todos os demais consideraram “bom”. A “sensação de segurança em relação aos atendimentos” foi considerada boa por 99,5%.
Um aspecto de destaque foi a aprovação quanto à “educação e respeito” com que os pacientes foram tratados.
Dos 400 entrevistados, 395 consideraram positivo o tratamento dos médicos, 399 o dos enfermeiros e todos os 400, no que diz respeito aos funcionários administrativos.

Um total de 394 aprovaram o interesse dos médicos em “ouvir as queixas dos pacientes” e os outros seis avaliaram como regular, mesmos números obtidos na pergunta sobre o silêncio nas salas.
No que diz respeito às explicações dos médicos quanto às doenças, 97% aprovaram e somente 0,25% desaprovaram.

A sinalização da UPA, com placas e cartazes para a localização, foi aprovada por 96,5% e desaprovada por apenas 0,25% dos participantes do levantamento.
A Unidade de Pronto Atendimento do Pajuçara foi inaugurada em 9 de junho e trabalha com o sistema de classificação de risco, segundo o qual os pacientes são divididos pela gravidade de seus casos, dando prioridade às urgências e emergências, finalidade maior de todas as UPAs que vêm sendo construídas no País.
A classificação de risco, aliás, também esteve entre as questões incluídas na pesquisa e 97,5% dos pacientes avaliaram positivamente o sistema, 2,25% consideraram regular, enquanto somente 0,25% disseram ser “fraco”. A pesquisa foi realizada pela direção administrativa da UPA e ouviu pacientes que foram lá atendidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.