#JornalismoSemFakeNews

18 de setembro de 2010 às 7:35

Vereador contesta prefeito e se diz autor da “Lei do Horror”

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o absurdo ocorrido em Baía Formosa ainda tem disputa pela sua autoria.
Revoltado com a entrevista do prefeito Nivaldo, se mostrando responsável pelo feito macabro, o vereador Wagner Nobre, autor do projeto de lei que autoriza a venda do terreno onde estão os corpos dos mortos de Baía Formosa, defendeu sua participação no horror.
Ainda ontem, no twitter, enquanto o prefeito Nivaldo falava na rádio sobre o dia de horror que a Prefeitura vai promover em Baía Formosa, o vereador Wagner Nobre esbravejava no twitter.
Eis:

@wagnervereador –  O prefeito de Baia Formosa esta na 98,7 dizendo não verdades.Não tem jeito para esse prefeito. Pensa que o povo é besta.

@wagnervereador – Ele nunca quis que o cemitério fosse transferido, as negociaçôes foram feitas com os vereadores de oposiçâo e os portugueses.

@wagnervereador –  E hoje se glorifica que foi ele o autor dessa obra, inclusive não gastou nenhum centavo.

@wagnervereador – Amanhã dia 18 será uma data marcada no calendário da cidade de Baia Formosa, será feita a transferência dos restos mortais daqueles…

@wagnervereador – que fundaram Baia Formosa.

@wagnervereador –  e será decidida amanhã, a data real para que seja lembrado todo ano e com muito respeito, esse projeto do vereador Wagner Nobre e aceito

@wagnervereador – por todos os vereadores e o próprio prefeito.

@wagnervereador – A verdade é essa, os políticos que passaram pela prefeitura e o gestor atual nunca quiseram a vinda desses portugueses, pois a pequeno prazo

@wagnervereador – eles serão de grande importância nas decisões políticas do nosso município.

@wagnervereador – Na pirâmide social de Baia Formosa.eles estarão no topo.

@wagnervereador –  Na pirâmide social de Baia Formosa.eles estarão no topo.

@wagnervereador – agora vocês estão entendendo qual o motivo deles não aceitarem a vinda dos portugueses para cá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.