#JornalismoSemFakeNews

20 de outubro de 2010 às 0:44

Homem de confiança de Dilma, Gabriel Chalita é a ponte que liga Micarla à candidata do PT

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A prefeita Micarla de Sousa, presidente estadual do PV, não vai seguir a decisão da ex-candidata Marina Silva, que liberou os aliados e se guardou para um próximo embate, sem declarar apoio a seu ninguém.
Micarla não pode e não deve fazer o que Marina fez.
Prefeita da capital, candidata à reeleição em 2012, não pode simplesmente cruzar os braços para o processo eleitoral.

Mas, quem a Borboleta vai apoiar, isso ela não tem declarado.
Tem dado sinais…aliás, sinais que têm sido dados por quem deseja tê-la como aliada, e não por ela.
Sinais como os resultados financeiros conseguidos pela prefeita de Natal na última ida a Brasília, onde fez pit stop em dois Ministérios e saiu de lá cheia de promessas. 

A prefeita de Natal, eleita em 2008 com apoio de aliados de Serra (hoje) e de aliados de Dilma, não se pronunciou ainda sobre o assunto.
Deverá fazer isso essa semana ainda.
Nesta quarta-feira, vai conversar com a governadora eleita Rosalba Ciarlini e com o senador reeleito José Agripino Maia, de quem é aliada.
A prefeita tem dito que não toma decisões sem conversar com os dois, com a justificativa que eles sempre foram corretos com ela.
O que ela vai dizer depois desse encontro, convém aguardar…

Agora, analisando o cenário…
Caso Micarla apoie o presidenciável José Serra…vai sempre precisar da mão de alguém – um aliado, quem sabe, futuro possível adversário – já que nunca teve nenhuma aproximação com o candidato…pelo menos antes desse período eleitoral.
Caso apoie Dilma Rousseff…vai bater a porta do Planalto com as próprias pernas.
Porta que tem sido escancarada pelo amigo da prefeita, o vereador paulista e segundo mais votado deputado federal por São Paulo, Gabriel Chalita…que pela proximidade com Dilma, aliada à capacidade, inteligência…e votos…desponta como um provável ministro do governo petista, caso as pesquisas confirmem a vitória da presidenciável.

Com a porta escancarada para o Planalto, via Chalita, homem de confiança de Rousseff, Micarla poderá fazer com Rosalba o que a ex-governadora Wilma de Faria poderia ter feito por ela: chegar de mãos dadas ao gabinete presidencial.
Pensando dessa forma, e depois de terem trazido para o palanque democrata o senador Garibaldi Filho, aliado de Lula e Dilma Rousseff, duvido que Agripino e Rosalba vão botar qualquer obstáculo à possível decisão da prefeita.
Que, muito mais do que ser aliada, precisa ser parceira.
É isso que Micarla precisa: parceria.
Então, precisada de recursos para administrar Natal, a prefeita deve apoiar o candidato que lhe oferecer menores dificuldades.
Mais do que ideologia, ela precisa de apoio para administrar Natal.

E falando em ideologia…que ideologia levaria Micarla de Sousa a apoiar José Serra??
Hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.