#JornalismoSemFakeNews

28 de outubro de 2010 às 8:50

O palanque desejado por Iberê no primeiro turno pede votos para Dilma em Macau

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A imagem captada pelas lentes ontem à noite em Macau, era tudo o que o governador Iberê Ferreira fostaria de ter captado no primeiro turno das eleições: ele e o senador Garibaldi Filho no mesmo palanque.
Com mais de um milhão de votos, Garibaldi foi decisivo no desempate eleitoral entre Iberê e a governadora eleita Rosalba Ciarlini.
Em Macau, Iberê e Garibaldi, mais João Maia e Henrique Alves, e os eleitos George Soares e Hermano Morais, falaram a mesma linguagem: pediram votos para a presidenciável Dilma Rousseff.

“O Brasil neste domingo estará em risco, se a gente não votar em Dilma”, discursou João Maia, lembrando aos eleitores a necessidade de se dar continuidade a projetos como Luz para Todos, Bolsa Família, Institutos Federais, além de estradas federais recuperadas.
“Nós vamos eleger Dilma, não porque ela vai ser a primeira mulher eleita presidente, mas por seus projetos, que principalmente respeitam e mudam o nosso Brasil”, discursou João Maia, condenando o "já ganhou" e chamando o povo para continuar pedindo votos para a candidata governista.
“É um erro a gente achar que a eleição está ganha. Nós precisamos ir buscar as pessoas para votarem. Buscar os nossos amigos, irmãos e vizinhos, pra dizer que o Brasil neste domingo estará em risco, se a gente não votar em Dilma. Não da pra fazer corpo mole. Não dá pra ter alguem da nossa família e não ir buscá-lo para votar”, finalizou.

O discurso de Garibaldi seguiu a mesma linha do deputado do PR.
“É muito importante o que Macau e todo o Rio Grande do Norte já conquistaram. Por isso, Macau e todo o Estado têm de ir domingo próximo às urnas e dizer, com seu voto: ‘eu voto em Dilma e Michel Temer para que as conquistas continuem”, disse Garibaldi.

Já o governador Iberê aproveitou para, ao mesmo tempo que pedia voto para Dilma, agradecer sua votação em Macau.
“Agradeço a vitória que tive aqui, e continuo, mesmo quando deixar o governo, à disposição do povo de Macau. Desejo lembrar a importância do voto que vai ser dado no próximo domingo. Com ele, cada um terá a oportunidade de garantir as conquistas já obtidas e de melhorar mais ainda a vida das pessoas. O futuro do país depende de nosso voto. Votar em Dilma significa votar por um futuro melhor para todos”, destacou Iberê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.