#JornalismoSemFakeNews

30 de outubro de 2010 às 15:50

Mais um flagrante da sujeira humana no Plano Palumbo

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da série…"o lixo do Plano Palumbo está na educação de seus habitantes"…recebo e-mail, com foto, da pernambucana Renata Drebtchinsky Lima Luna, que há anos morava em São Paulo e agora em 2010 se mudou para Natal, acompanhando o marido Antônio Luna, que assumiu a Secretaria de Planejamento do município.
Eis o email indignado da leitora-cidadã-colaboradora: 

Thaisa querida,
Hoje pela manhã fui à lavanderia do bairro (Petrópolis). E para minha surpresa, encontrei na frente do local um "lixão" céu aberto.
Perguntando à atendente se a coleta do lixo não tinha passado, ela respondeu: "Passou sim, ontem à noite! Esse lixo é do bar vizinho!!!!"
Nunca vi isso na Vila Madalena, em São Paulo, durante esse último ano que tenho loja no bairro! Como você sabe, o bairro é conhecido pela "vida noturna" de bares e restaurantes que funcionam a pleno vapor.
E à luz do dia temos muitas lojas bacanas, principalmente as voltadas ao público infantil.
Divido com vc minha indignação, independente das amizades que eu tenho nesta cidade!!!
um beijo
Renata

Eis o retrato da consciência palumbiana:

Do Blog: Semana passada o Blog publicou foto tirada pela prefeita Micarla de Sousa, que flagrou um lixão parecido com esse aí na avenida Afonso Pena, onde até um vaso sanitário sujo estava exposto na avenida considerada a "Oscar Freire" tupiniquim.
Agora esse flagrante.
Não já está passando da hora da Prefeitura criar um meio de multar essas pessoas que estão emporcalhando a cidade?
Da mesma forma que a população cobra a limpeza da Prefeitura…o contrário também não seria justo?
Na hora que pesa no bolso…a educação chega mais ligeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.