#JornalismoSemFakeNews

2 de fevereiro de 2011 às 17:02

Sentindo-se enganados, presidentes de Câmaras vão protestar contra eleição da Fecam

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Câmara Municipal de Natal, Edivan Martins, entrou com um agravo judicial para tentar anular a eleição para escolha dos novos dirigentes da Federação de Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte.
Com apoio dos presidentes das Câmaras de Caicó (Lobão Filho), de Assu (Odelmo Rodrigues) e de Mossoró (Silveira Júnior), Edivan entrou com uma ação cautelar judicial, que foi indeferida.
Os vereadores estão contestando a eleição feita às pressas e sem convocação, pelos presidentes das Câmaras de Ceará-Mirim, Ronaldo Venâncio, escolhido presidente, e de Parnamirim, Rosano Taveira, escolhido vice.
Os vereadores acusam o deputado federal Rogério Marinho, ex-vereador e fundador da Fecam, de ter articulado a eleição para voltar a ter o comando da entidade.
Mais de 50 presidentes de Câmaras de todo o Estado estão se unindo para criar um manifesto contra a realização do pleito.

Ora…
Para que serve uma entidade sem representantes?
Não seria mais simples os vereadores se desfiliarem à Federação? Caso mais da metade das Câmaras do Estado se afastem…qual a força que terá uma entidade sem representação? Perde o sentido…
Desde que foi fundada, a Fecam já assinou convênios,conseguiu repasses, tanto de recursos quanto de equipamentos…
Mas…sem representatividade…como conseguir?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.