#JornalismoSemFakeNews

3 de fevereiro de 2011 às 7:03

Jornalista Rubens Lemos chora a morte da avó-mãe

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Recebi agora cedo do meu amigo jornalista Rubens Lemos Filho, a quem me solidarizo: Minha cara Thaisa:

Perdi a luta. Minha avó, Maria do Carmo Carneiro de Melo,91 anos, morreu às três da manhã na UTI do Hospital São Lucas, após uma embolia pulmonar. É mais da metade arrancada de mim. Era meu porto seguro, me criou e me ensinou o que sei de bom. Foram 40 dias entre esperança e desespero, desde que ela, devota de Santa Terezinha, quebrou o fêmur e passou por sérias complicações pós-operatórias. Minha avó, sinceramente, uma mulher humilde,que praticava o bem com satisfação, não merecia tanto sofrimento, entre expectativas de alta, subidas e descidas para a UTI(FORAM CINCO), exames invasivos e esperanças perdidas a conta-gotas. Fé em quê? eu me pergunto. Muito obrigado por toda a força que me deu neste martírio. Agradeço, comovido, aos médicos Miguel Sícolo, um sacerdote da profissão, Edimar Medeiros(ortopedista) e Carlos Medeiros(geriatra). Eles, sim, lutaram por ela com profissionalismo e amor”.  

Seu corpo será velado a partir das 9h30 no Cemitério Morada da Paz em Emaús, onde será sepultado às 15 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.