Thaisa Galvão

2 de dezembro de 2011 às 14:09

Ação sobre decêndio da Educação está na Fazenda Pública [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site do Tribunal de Justiça:

A Ação Civil Pública interposta pelo Ministério Público e que pede o bloqueio de R$ 6,8 milhões oriundos dos repasses do decêndio (valor constitucional previsto em que 25% dos impostos arrecadados devem ser transferidos para a Educação) foi redistribuída para a 2ª Vara da Fazenda Pública de Natal, que tem como titular o juiz Ibanez Monteiro.

O processo foi inicialmente distribuído para a 3ª Vara da Infância e Juventude, conforme pedido do MP, mas o juiz Homero Lechner declinou competência e encaminhou o feito à Fazenda Pública.

A promotoria de Educação de Natal alega que a Prefeitura do Natal acumula uma dívida com advinda do não pagamento do decêndio que já ultrapassa R$ 57,2 milhões. De acordo com as informações prestadas à Justiça já houve a tentativa de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para liquidação do atrasado, mas o município não estaria cumprindo com as cláusulas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*