Thaisa Galvão

5 de dezembro de 2011 às 6:45

Missa do professor que morreu enquanto dava aula na UFRN será quarta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será quarta-feira, dia 7, às 18h30, na capela do Campus da UFRN, a missa de sétimo dia de morte do professor Paulo Fernandes, que na quarta passada morreu do coração quando dava aula na Universidade.

Paulo era aposentado. Psicólogo referência para uma geração da categoria.

Ao lado da filha Luciana, concluindo Psicologia, foi convidado para ministrar um atelier com didática de grupo – sua especialidade – no curso de Gestão Pública da UFRN.

Parece ter renascido ao ser contratado para as aulas, já que sempre foi apaixonado pela sala de aula.

No dia da aula ele vestiu roupa nova, foi ao salão, cortou o cabelo…

Quando chegou com Luciana à Universidade, o professor Paulo se apresentou à turma.

Contou histórias, fez a turma rir…

Quando terminou, foi a vez da filha Luciana se apresentar.

Poucas palavras depois, o pai caiu perto de uma mesa…

A filha achou que ele havia tropeçado…

Mas ele tinha mesmo era ido embora.

Os estudantes tentaram reanimá-lo, e nada. A equipe da Samu chegou, tentou…e nada.

Ele tinha ido embora.

Como quem tinha cumprido a missão.

Faltava só aquele reencontro com uma turma de alunos para ele fechar o ciclo. E assim aconteceu.

O professor precisava daquela aula. Aliás, daquela apresentação.

Eu sou essa pessoa…e pronto. Estava preparado para ir.

O professor Paulo foi casado com a ex-secretária de Turismo de Natal, na gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo, Vilma Sampaio, com quem teve os filhos Luciana e Alexandre.

Deixou ainda a neta Beatriz, de 6 anos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.