Thaisa Galvão

3 de janeiro de 2012 às 13:23

Nós e nossos bichos [5] Comentários | Deixe seu comentário.

Baby, o cãozinho que se foi numa noite de aventura

Fim nada feliz para Baby, o cachorrinho yorkshire da jornalista Eliana Lima.

Baby morreu.

Pequenininho, foi constatado que, pouco antes da virada do ano, saiu de casa, em um condomínio de Tibau do Sul, próximo à praia de Pipa, para acompanhar uns cachorros grandes que seguiam uma cadela no cio.

Miúdo, mas ousado, Baby fez o papel de todo cachorro macho diante da ocasião.

Mas, na hora de atravessar a pista que dá acesso à praia, os grandes passaram…e Baby foi atropelado.

Hoje, quando um locutor percorria a praia em um carro de som à procura do animal, eis a triste notícia.

Que dói, mas pelo menos não deixa no ar a pergunta: aonde está Baby?

Era o ano de 2000 quando meu gato Fellini, um vira-latas lindo trazido da praia de Caraúbas, desapareceu.

Entrei em pânico e Eliana acompanhou meu drama.

Em Capim Macio, onde muitas obras eram erguidas à época, distribuí fotos e promessas de boa recompensa. Mas nada.

Até hoje não sei o destino de Fellini. Que logo foi substituído por Nino, um siamês que me protege e me espera na porta – feito um cachorrinho – a cada vez que entro com o carro na garagem.

Abro a porta e lá estão os dois: ele e Gabi, a maltês metida a gente da minha filha Maria Fernanda.

Nino tem 11 anos. Dois a mais do que Maria Fernanda.

Na época que perdi Fellini, assim como Eliana, perdi o prumo. Trabalhava na TV Pontengi e estava a 15 dias de deixar a emissora para ir fazer um trabalho político na agência Antares, em João Pessoa.

De tão traumatizada que fiquei, abandonei o trabalho na emissora e não cumpri os últimos dias que me restavam…

Hoje Eliana sabe o que aconteceu com Baby. Até hoje eu me pergunto o que aconteceu com Fellini.

Nino, 11 anos: meu gato-protetor

A miúda Gabi: 2 anos e apenas 2 quilos

 

5 respostas para “Nós e nossos bichos”

  1. Zé Antonio-Alto do Rodrigues-RN disse:

    zé Antonio diz: cara thaisa galvao gostaria de fazer um pequeno relato do prefeito com a população de Alto do Rodrigues,uma cidade que antes tinha quaro canais de tv para povo assistir o que quisesse o hoje em dia resta apenas a tv cabugí,tudo isso para incentivar o povo a comprar parabólica e sky,concidência ou não a revenda pertence ao irmão do prefeito.,até mesmo acabugí fica saindo ar.,publique por favor.(sou leitor assiduo do seu blog.).

  2. Marcos Lacerda Almeida disse:

    Prezada Thaisa e Eliana Lima

    Algum tempo atrás, ao me deparar com uma noticia dessa eu ia achar um certo exagero esse tipo de sentimento e sofrimento por um animal. Tudo bem, um leve sentimento de pena, poderia ser, por um ou dois dias. Até que chegou Tobby em nossa casa e eu tipo, não quero nada com esse cachorro, mas ele insistente foi me conquistando, dormia, coitado,com o focinho enterrado em minhas botas. Tobby viveu 14 anos e se transformou em um grande amigo e companheiro, deixávamos de sair para não deixa-lo só, pois ele sentia. A sua morte ocorreu há 2 meses, me lembro com saudades dele todos os dias, o dia de sua morte foi uma dor muito grande para todos nós e relembramos constantemente através da inúmeras fotos. Mudei de opinião, a fidelidade e amizade de um amigo de estimação é incomparável, coisas do Criador. Minha solidariedade a Eliana.

  3. Lindos! nem quero passar o que vcs passaram. Tenho um siamês, o Joaquim e é lindão. Esse rapaz aprontou outro dia e sumiu aí pronto, ninguém dormiu em casa. até a hora de resolver aparecer, nó!nem quero imaginar. Agora também tenho o Thor, um cachorro Boxer, outro lindo. Amamos todos! Parabéns pelo Nino;

  4. Rosemilton Silva disse:

    Thaisa, texto lindo para quem tem animais de estimação. Perfeitos a sua interpretação e seu escrito. Lamento a perda de Baby. Caraúbas, que já foi minha praia por muito tempo, parece ter história de gatos. Nós tivemos um que, por mais incrível que pareça, veio no compartimento do motor do nosso carro e só foi descoberto aqui em Natal, no posto de lavagem. Chama-se Caraúbas que, ao longo de muito tempo, foi colega de alguns outros gatos e nossa poudle Bela que nasceu antes da de Ana Maria Braga e que também foi encontrada na rua. Feliz Ano Novo pra voce, Paulo e sua filha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*