Thaisa Galvão

29 de janeiro de 2012 às 7:31

Petista na geladeira [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Padre Fábio Potiguar, filiado ao PT, demonstrando insatisfação pela cúpula do seu partido no Rio Grande do Norte, em desabafo no twitter:

“O PT-RN me botou na geladeira. É um frio danadao em pleno verão potiguar”

Dentro da cúpula da legenda, o que se sabe é que não interessa à deputada Fátima Bezerra o brilho do padre.

A não ser que ali na frente, já candidata ao Senado, ela descubra que poderá contar com o Padre…

2 respostas para “Petista na geladeira”

  1. Wober Júnior disse:

    Thaisa minha amiga,
    O padre fica no PT porque quer. Mesmo obrigado a sentir frio e nem sequer receber cobertor. O partido poderia criar aqui um bolsa cobertor. Fica a sugestão.
    O problema é que padre é gente boa, comprometido com a justiça e tem empatia popular. Se desejar mudar de partido o nosso PPS o receberá de braços abertos. E frio aqui ele não vai sentir. A luta diária não permite. Seja bem-vindo padre Fábio.

  2. Maurício Giovani disse:

    É o que dá senhor Padre ao optar por abandonar Cristo, trocando-o por uma cambada de Mensaleiros. Não custa nada o senhor repensar a sua missão vocacional, pois quem sabe se Cristo não o está chamando de volta? É impossível ser Cristão e Comunista. Os Comunistas odeiam Deus, Cristo e toda forma de religião. Quando se instalam no poder através das sangrentas ditaduras comunistas fazem de tudo para acabar com ela. Não era assim que dizia o asqueroso Karl Marx? “A religião é o ópio do povo”. Assim fizeram na Rússia e assim fazem em todos os países onde a fé em Cristo é professada, dentre eles, China, Cuba e Coréia do Norte. É bom o senhor pensar que essa nossa vida passa. Será que vale a pena arriscar uma vida eterna ao lado de Deus e Cristo por uma vida transitória e ilusória carregada de impiedade ao lado de uma cambada de mensaleiros? Eles são lobos disfarçados em pele de Cordeiro. Admira-me muito que o senhor um homem estudado, culto, educado e sabedor das coisas tenha caído numa esparrela dessas. Se o senhor se desviou dos caminhos de Cristo, nada mais justo e necessário do que reconhecer sua atitude e agir assim como agiu o filho pródigo. Pedir perdão a Deus, deixar a política e voltar de novo aos braços do pai, pois com certeza, ele o o ama mais do que todos aqui em baixo o amam e o estará chamando de volta de braços abertos. Boa Sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*