#JornalismoSemFakeNews

22 de dezembro de 2012 às 12:31

PMDB racha e apresenta dois candidatos à presidência da Câmara: Henrique e Rose de Freitas

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

E no dia 4 de fevereiro o deputado Henrique Alves disputará a presidência da Câmara Federal.

Henrique, que vem arregimentando apoios de quase todos os partidos, terá dois concorrentes: os deputados Júlio Delgado (PSB-MG), quarto secretário da Casa, que se lançou quinta-feira, e a já vice-presidente, Rose de Freitas (PMDB-ES), que comunicou ser candidata durante sessão da Câmara realizada na sexta-feira.

Os nomes lançados poderão acirrar a disputa até então considerada tranquila para o deputado potiguar.

O PSB, comandado pelo governador pernambucano, Eduardo Campos, trabalha bem silenciosamente.

Nas eleições de outubro, em Pernambuco, Eduardo lançou um candidato bem no meio da campanha e desbancou o favoritismo do PT, que já tinha a reeleição garantida, e elegeu o candidato do PSB no primeiro turno.

Rose de Freitas racha o PMDB de Henrique com sua candidatura.

Vice-presidente da Câmara, ela é do PMDB e vai disputar com o peemedebista.

Aliás, o partido já apresentou rachadura no processo de sucessão do próprio Henrique na liderança.

Sempre reconduzido quase à unanimidade para liderar o PMDB por 6 mandatos consecutivos, Henrique se vê agora tentando juntar os cacos da legenda que lançou 6 candidatos a líder.

Pelo jeito, parece que tem sido mais fácil para o ainda líder e presidenciável, tratar com partidos aliados do que com o seu.

Henrique trabalha sua candidatura a presidente há dois anos, quando já tinha como certa sua eleição, e foi obrigado a abrir para o PT, que elegeu o deputado Marco Maia.

Agora é a vez dele.

Pelo menos, parece ser.

 

Uma resposta para “PMDB racha e apresenta dois candidatos à presidência da Câmara: Henrique e Rose de Freitas”

  1. Camila Dantas disse:

    Cara Thaisa, o racha do PMDB é extensivo a Assembléia Legislativa. A disputa pela Primeira Secretaria daquela Casa já dividiu o PMDB entre os deputados Hermano Morais e Gustavo Fernandes, ambos ligados ao deputado Henrique Alves. O racha pode promover o surgimento de uma candidatura do PSB que também conta com quatro deputados. Racha lá e cá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil