Thaisa Galvão

1 de março de 2013 às 9:52

São Gonçalo: homem faz a namorada refém desde ontem [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Tribuna do Norte Online:

 

Homem faz namorada refém há 16 horas

 

O fim da noite de ontem e início da manhã de hoje (1º) é de tensão no município de São Gonçalo do Amarante. Um homem identificado preliminarmente como Alexsandro Silva de Lima, de 29 anos, fez a namorada refém em uma residência na rua 31 de março. A via está interrompida por policiais, que negociam com o homem a libertação da refém, em cárcere desde as 17h30 de ontem.

O incidente teria começado aproximadamente às 17h30 de ontem. Após discussão, Alexsandro teria ameaçado de morte a namorada (nome ainda não confirmado) e impedido a saída dela do imóvel. O homem, que estaria sob efeito de drogas desde que a discussão teve início, mantém a mulher na mira de uma pistola e, de acordo com informações preliminares, teria recebido a Polícia Militar a tiros ainda na noite de ontem, quando a população acionou o socorro na tentaiva de libertar a mulher.
As primeiras informações repassadas pela Polícia Militar, que se encontra no local com oito viaturas e pelo menos 30 homens, são de que Alexsando de Lima cumpre pena no regime semiaberto por tráfico de drogas e estava revoltado com a morte de um sobrinho, identificado como Henrique Eduardo Ângelo da Silva, durante um confronto com policiais, ocorrida em Santo Antônio dos Barreiros, distrito de São Gonçalo. No confronto, Alexsandro também estava presente e conseguiu se evadir, mas a Polícia já estava buscando a prisão do suspeito.

Policiais prepararam a invasão da casa por volta das 2h de hoje, durante as negociações com o acusado de manter a vítima em cárcere privado, jogando bombas de efeito moral, atirando para o alto, a fim de tentar intimidá-lo e, com isso, ele se entregar às autoridades policiais. Porém, o homem manteve a namorada como refém.

De acordo com a Polícia, Alexsandro Silva de Lima estaria sob efeito de drogas e só ao amanhecer do dia concordou, certamente, falar com a Polícia, mas durante o fim da noite ele teria dito a Polícia que “hoje resolveria a sua situação”.

Segundo policiais que estão no local, ele ainda não estaria fazendo exigências para liberar a vítima. Familiares foram ao local na tentativa de convencer o homem a libertar a namorada, o que ainda não ocorreu. Já na manhã de hoje, a avó de Alexsandro, que está no local, tentou negociar a liberdade da jovem, mas as negociações não avançaram e namorada dele continua refém. Filhos de Alexsandro (uma menina aparentando 10 anos e um menino por volta dos 5 anos) assim como um irmão, um tio e uma ex-mulher, também tentaram libertar a namorada dele através de negociações, mas não conseguiram convencê-lo.

O tenente Everton Moura, da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam), vem companhando o caso desde as 17h dessa quinta, após a Polícia receber informação de que ele, que cumpria pena em regime semiaberto por tráfico de drogas, estaria nessa casa com a namorada, identificada como Cinara. De acordo com a Polícia, ambos seriam viciados em drogas e
usavam entorpecentes no fim da tarde de ontem.

O tenente Everton Moura afirma que o primeiro contato da Polícia com ele foi por volta das 4h. Moura diz também que o contato com a dupla dentro de casa é dificil porque a casa está completamente fechada e o único contato que pode ser feito é oralmente, através da janela que dificulta a visualização.

Policiais afirmam ainda que a casa pertence a uma tia de Alexsandro, que não estava na casa da rua 31 de março no fim da tarde de ontem. Existem rumores de que Cinara estaria grávida, mas a Polícia não confirma a informação.

A área de isolamento feita pelos policiais é de 150 metros, para manter imprensa e população em geral afastados do local. Aos moradores que moram dentro desse perímetro, a Polícia recomenda que permaneçam dentro de casa.

Viaturas do Bope, BPChoque, Rocam e 11º Batalhão estão no local buscando libertar a jovem.

*Atualizada às 9h26

Mais informações em instantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.