Thaisa Galvão

8 de julho de 2013 às 17:25

Medida anunciada por Dilma para formar médicos repete Projeto de Lei de João Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Projeto parecido com o anunciado pela presidente Dilma Rousseff está engavetado na Câmara Federal, e já foi mostrado aos leitores do Blog.

Apresentado na Câmara pelo deputado federal João Maia (PR), o projeto não aumenta o período de faculdade, porém obriga os estudantes de faculdades da rede pública, e recém-formados, a atuar em unidades da rede pública.

 

Eis os destaques do projeto do deputado do PR:

 

 

1) Que os médicos graduados em instituições de ensino superior públicas ficarão obrigados a atuarem profissionalmente na Estratégia Saúde da Família pelo período de um ano após a conclusão do curso de graduação. O importante é que o PL 6550/2009 permite uma maior mobilização de profissionais, sendo que após o período de um ano ele retoma suas atividades normais além de obter uma vasta experiência trabalhando em áreas carentes;

*

2) Os médicos que, no período de atuação na Estratégia Saúde da Família, conseguirem aprovação em residências médicas ou qualquer outro programa de pós-graduação do país terão suas vagas asseguradas até o cumprimento da obrigação instituída nesta Lei. Não há nenhum prejuízo aos profissionais que cumprirão a exigência após sua formatura.

*

3) Os médicos cumprirão essa obrigação nos municípios com maior dificuldade para formar equipes da Estratégia Saúde da Família. Nesse caso, vamos voltar a formar médicos voltados para atendimento às famílias, observando as peculiaridades de cada região do país.

*

4) A justificativa do Projeto é muito democrática, pois geralmente quem faz medicina é aluno de boa condição social e econômica. Daí a importância de retribuir um pouco do investimento feito pelo Governo Federal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*