Thaisa Galvão

4 de setembro de 2013 às 16:27

Deputado Mineiro explica ausência em encontro com ministra do Meio Ambiente [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Fernando Mineiro explicou ao Blog, por e-mail, porque faltou ao encontro com a ministra do Meio Ambiente, Isabela Teixeira, mesmo tendo sido convidado pelo gabinete da governadora Rosalba Ciarlini.

Ele também relatou como aconteceu o bate-rebate entre ele e a Rosa, ontem, durante evento em Ponta Negra.

*

Gostaria de fazer o seguinte esclarecimento sobre a matéria “Governadora Rosalba rebate deputado Mineiro”:

1 – Parabenizei os (as) participantes pela realização da Conferência e disse que a sobre Igualdade Racial havia sido suspensa um dia antes de acontecer e que a das Cidades havia sido adiada;

2 – Pedi à governadora que enviasse à Assembleia Legislativa um projeto sobre coleta e destinação de resíduos sólidos e disse que eu votaria à favor, mesmo ela tendo vetado projeto de minha autoria sobre este tema;

3 – Ela, a governadora Rosalba (DEM), interrompeu minha fala e disse que o veto foi devido à inconstitucionalidade de meu projeto. A responsável pela Conferência das Cidades, que estava no plenário, também me interrompeu e falou que a Conferência não havia sido adiada, mas apenas reduzida a sua duração. Quanto à suspensão da Conferência de Igualdade Racial é fato;

4 – De fato não fui ao almoço com a Governadora e a Ministra do Meio Ambiente. Já que ela tocou no assunto, explico o porquê:

4.1 – Quando a Ministra Isabela veio a Natal para participar do seminário “Motores do Desenvolvimento”, fui convidado pelo seu assessor para um almoço de trabalho entre o Ministério e o Governo do Estado para discutir a implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR). O convite foi feito a mim porque meu mandato realizou uma audiência pública sobre este tema no semestre passado e é um assunto que entendo. Aceitei, de pronto, o convite. Quando soube que o almoço seria na casa da Governadora, comuniquei que não iria por uma razão muito simples: não acho correto tratar assuntos do Estado (a reunião era de trabalho) na casa dos gestores. Além disso, a Fiern ofereceria um almoço aos participantes do seminário. Depois soube que o almoço foi transferido para o Gabinete Civil. Fui posteriormente informado pela Ministra do Meio Ambiente sobre os assuntos tratados no almoço e disse a ela que estou à disposição do Ministério e do Governo do Estado para contribuir com a implantação do Cadastro Ambiental Rural aqui no RN.

É isso. Simples assim.

Att,

Mineiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*