Thaisa Galvão

28 de setembro de 2013 às 13:06

Procurador aposentado diz que inativos do MP são discriminados em relação ao pagamento de salários [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O Procurador de Justiça aposentado, Manoel Alves Afonso, não achou a menor graça em receber seus vencimentos de setembro no dia 10 de outubro, como anunciafo pelo governo, que fracionou o pagamento de salários dos servidores.
Apesar de aposentado pelo Ministério Público, que não foi atingido pela medida, ele terminou na relação de inativos dos servidores do Estado pelo fato de estar aposentado.
*
Ao Blog, ele disse que na segunda-feira vai convocar colegas aposentados do MP, para escreverem e publicarem nota de repúdio ao Governo do Estado, à Procuradoria Geral de Justiça e à AMPERN (Associação do Ministério Público do Estado do RN).
*
O tom da nota deverá ser de discriminação, segundo Emmanoel Afonso, questionando que os servidores ativos recebem em dia e os inativos, não.
*
“Isso contraria a Constituição Federal, a Lei Orgânica do Ministério Público Federal e a Lei Orgânica do Ministério Público Estadual”, afirmou o procurador aposentado.

20130928-130412.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*