#JornalismoSemFakeNews

2 de novembro de 2013 às 18:03

PT e PSD não deverão integrar bloco puxado pelo PMDB

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ainda vai demorar…os políticos tem sido unâmimes na frase “não temos pressa”.
Decisão mesmo só depois da temporada de varandas no litoral, com os mais badalados nas vizinhas praias de Jacumã e Graçandu, onde veraneiam o hoje governadorável Fernando Bezerra (PMDB) e o presidente da Câmara, deputado Henrique Alves.
Mas, passada a temporada de chapeu e protetor solar, o PMDB vai falar.
Se alia ao DEM do senador José Agripino Maia, ao PSB da ex-governadora Wilma de Faria, e contará com o apoio do PDT do prefeito Carlos Eduardo.
Ficarão de fora o PT da deputada Fátima Bezerra (se endurecer o pescoço em torno do projeto de Senado) e o PSD do vice-governador Robinson Faria.
Mas…detalhe: para o DEM entrar, terá que passar pelo teste da fidelidade e inviabilizar a candidatura à reeleição da governadora Rosalba Ciarlini.
*
Eles podem até negar, mas o teor da conversa entre o ministro Garibaldi Filho (PMDB) e o prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) foi esse aí.
Conversa longa num restaurante de Brasília que entrou pela madrugada.
Conversa longa que continuou no avião da FAB, que trouxe a Natal o presidente da Câmara Henrique Alves, o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo e o deputado estadual, Gustavo Fernandes.
*
“Conversamos muito no avião de Brasília pra cá”, disse Garibaldi ao Blog, informando a lista de passageiros que falavam sobre eleições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.