Thaisa Galvão

11 de fevereiro de 2014 às 20:52

CRM descobre que médica cubana opera em cidade do RN onde não está lotada [12] Comentários | Deixe seu comentário.

A equipe de fiscalização do Conselho Regional de Medicina do RN começa a contar histórias do programa ‘Mais Médicos’.

Chegou à equipe a denúncia de uma médica cubana lotada em uma cidade do interior, que nos dias de folga vai para outra cidade operar…o que não é permitido pela Lei que instituiu o programa do governo federal.

Nessa segunda-feira, a equipe foi até o local…mas a médica fugiu do centro cirúrgico disfarçada de paciente…

Deitada em uma maca e coberta por um lençol, ela foi levada por uma técnica em Enfermagem para uma ambulância, e deixou o hospital.

*
Agora…perguntinha básica:
Nessa cidade onde essa médica está indo operar, infringindo a lei…não tem médico por quê?

12 respostas para “CRM descobre que médica cubana opera em cidade do RN onde não está lotada”

  1. gonçalo disse:

    aham, claro. ngm sai da faculdade fazendo cirurgia. justo a cubana vai saber fazer?

    CRM nao caça isso. é função da policia federal.

    e pra terminar. cadê a fonte?

  2. Soraia disse:

    Simples, minha cara. Não há médico, porque foi demitido para dar lugar a um cubano, dito médico, não revalidado.

    Agora…perguntinha básica:

    Por que não vai a senhora se submeter a um procedimento cirúrgico, ou clínico, mesmo, com ela, ou qualquer médico não revalidado?

    A lei é para ser cumprida, minha cara. Independente de sua opinião.

  3. Bernardo disse:

    Por que não tem médico nessa cidade? há três possibilidades:

    1 – A prefeitura não pagou seus salários e ele foi embora porque precisa sustentar sua família;

    2 – A unidade de saúde não fornece condições adequadas para exercer a medicina, e ele foi embora por receio de prejudicar a saúde de seus pacientes; ou

    3 – A prefeitura não renovou o contrato do médico porque é mais barato utilizar o serviço dos cubanos.

    Simples assim.

  4. andré rego disse:

    Como assim "opera em outra cidade"?! Os médicos importados não estão aqui apenas para atender a saúde básica? Como ela está operando o povo? 

  5. Edipo disse:

    Sabe porque não tem médico, porque o nosso querido governo prefere não atuar na cerne do problema da ma distribuição dos médicos, que seria melhores condiçoes de trabalho, carreira publica decente e não contratos precários. Como acontece com nossos colegas do judiciario, com certeza neste região não falta juiz, promotor, defensor público. Mas no entanto o governo prefere de maneira eleitoreira, trazer médicos cubanos, sem qualquer análise em currículo, de maneira emergencial, com contratos obscuros e em alguns lugares trocando médicos que já estavam trabalhando de maneira regular por estes. 

    E pior, no final de tudo ainda colocando que a saúde brasileira é o que é porque não tem médicos no interior. Isso é só a ponta do problema. 

  6. Aldo Mello disse:

    Porque nesta cidade não tem médico? Simples. Pelo mesmo motivo que Ceará-Mirim não tem nem mais cubano. Os prefeitos e políticos anunciam aos quatro ventos que dão salários de até R$ 30.000,00 (o que é proibido por lei, pois nenhum funcionário público pode receber mais que o prefeito), mas na hora de cumprir as obrigações caem na inadimplência (não pagam pelo serviço prestado) e se escondem na justiça morosa e na vergonha dos precatórios. 

  7. polyana disse:

    Operar né??? Num era pra eles irem pra psf pq os médicos brasileiros não queriam atender na atenção básica?? Ela ta operando pq????

  8. polyana disse:

    E provavelmente nao tem medico.pq.o governo federal.resolveu próximas muitos cubanos em Natal e cidades proximas. Alguns municípios pequenos, mais distantes e tlvz mais necessitados nem entraram na.lista dos lugares possíveis. Inclusive vi um depoimento de um rapaz que já trabalhava num desses municípios e se candidatou ao mais medicos mas quando viu, sua cidade nao constava na lista.

  9. Joao Paulo disse:

    Caros amigos, pelo menos a medica estava indo operar a populacao carente e necessitada, diferente de uns que nao estao nem ai para o povo e que preferem que os outros morram nas grandes filas infringindo o voto de lealdade que fazem ao se formarem na faculdade.

  10. Possivelmente essa médica deve estar tendo um salário adicional no outro município, para complementar os irrisórios 400 doláres que recebe.
    Obviamente que esse salário adicional não tem parte sequestrada pela turma de Fidel.
    Questão de sobrevivência …… simples assim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.