#JornalismoSemFakeNews

10 de abril de 2014 às 10:11

Vereadores querem investigar relação da Prefeitura com Seturn que impede implantação da bilhetagem única

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

Pelo jeito, o inferno astral do prefeito Carlos Eduardo está começando.
Além da greve dos servidores, a Câmara Municipal promete barulho com a instalação da Comissão Especial de Investigação para apurar os motivos que levam o Executivo a não implantar o sistema de bilhetagem unificada no sista de transporte público da capital, aprovado em setembro do ano passado.

Ontem o vereador George Câmara (PCdoB) apresentou requerimento com 10 assinaturas – um terço necessário – e justificou que para ser implantada, a CEI não precisa ser submetida ao plenário.
Assinaram o requerimento vereadores da oposição e também da bancada do prefeito.
Eis a lista:

Aroldo Alves (PSDB)
Eleika Bezerra (PSDC)
Fernando Lucena (PT)
Franklin Capistrano (PSB)
Jacó Jácome (PMN)
Júlia Arruda (PSB)
Marcos Antônio (PSOL)
Maurício Gurgel (PHS)
Sandro Pimentel (PSOL)

Uma resposta para “Vereadores querem investigar relação da Prefeitura com Seturn que impede implantação da bilhetagem única”

  1. JAIRO DE SOUSA ABEL disse:

    A relação dos empresários de transporte coletivo com o poder público municipal vai além de uma simples concessão de serviço. São esses que proporcionam uma das maiores fontes de financiamento de campanha. E a influência do SETURN na SEMOB é tão forte que os passageiros "morrem" de reclamar do abuso cometido, mas nunca recebem resposta das providências tomadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.