Thaisa Galvão

13 de maio de 2014 às 18:45

Câmara de Caicó aprova requerimento questionando Henrique Alves sobre atraso no repasse de recursos para barragem Oiticica [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do vereador de Caicó, Leleu Fontes, sobre o disse-me-disse em torno do atraso nas obras da barragem Oiticica, em Jucurutu:

 

Olá, Thaisa, um breve comentário!

O deputado Nélter Queiroz, em discurso na Assembléia Legislativa, acusa frontalmente a governadora  Rosalba Ciarlini pela paralisação das obras da barragem, alegando quebra de compromisso por parte do Governo Estadual com os proprietários das terras localizadas no entorno da bacia hidrográfica dos rios Piranhas e Assu.

Corroborando com o discurso do deputado Nélter Queiroz, representantes de diversas entidades ligadas aos movimentos sociais têm se pronunciado  através dos meios de comunicação, também responsabilizando a governadora Rosalba Ciarlini.

Diante do debate, tive o cuidado de solicitar, através de um requerimento aprovado pela Câmara Municipal de Caicó-RN, dirigido ao deputado Henrique Alves (PMDB) e à governadora Rosalba Ciarlini, pedido de informação quanto aos trâmites de transferências dos recursos federais destinados para a construção da Barragem de Oiticica, em parceria com o Governo do Estado e o termo de acordo estabelecido pelo Poder Executivo, no processo da desapropriação com indenização e o reassentamento dos moradores  da comunidade Barra de Santana.

A nossa justificativa atenta para  as especulações de que o Governo Federal estaria atrasando os repasses desses recursos a pedido do presidente da CÂMARA FEDERAL, deputado federal Henrique Alves (PMDB), que supostamente teria exigido da presidenta Dilma, absoluto  controle  sobre a liberação de verbas destinadas a investimentos de obras estruturantes no Rio Grande do Norte.

Desta forma, é possível entender que as dificuldades enfrentadas pelo Governo Estadual decorrem deste impasse, necessariamente de maiores esclarecimentos, pois a sociedade precisa saber da verdade dos fatos.

Leleu Fontes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.