Thaisa Galvão

20 de junho de 2014 às 20:59

Deputados irritados com o PMDB vão pedir a Henrique para tirar Elias Fernandes, pai de deputado, da coordenação da campanha [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Crise grande no arco de alianças que dará apoio à pré-candidatura do deputado Henrique Alves (PMDB) ao Governo.

Os deputados aliados estão pra lá de irritados e alguns já adiantam: não vão aceitar na coordenação da campanha, o ex-deputado Elias Fernandes (PMDB).

Elias está sendo apontado como responsável pela subdivisão das coligações.

É que Elias é pai do deputado Gustavo Fernandes (PMDB).

"Elias já ajeitou a vida do filho, repassando as bases do deputado Walter Alves", disse um deputado aliado e insatisfeito, reclamando que o PMDB colocou o PMN do deputado Antônio Jácome no chapão para federal e numa coligação pequena para estadual.

"Tudo para garantir Jácome para federal e fazer o filho dele (vereador Jácó) o mais votado numa coligação pequena. Por que tem que ser do jeito que Jácome quer?", questionou o deputado aliado que preferiu que o Blog não revelasse sua identidade, na esperança de que o deputado Henrique Alves passe uma borracha nessa "arrumação" que teria sido feita para tirar do páreo alguns deputados.

"Henrique deu uma injeção nos deputados dele repassando as bases de Gesane Marinho e de Walter Alves. Passou os votos de Natal da deputada Gesane para Hermano Morais. Também repassou bases para Gustavo Fernandes, Nelter Queiroz e Ezequiel Ferreira", disse outro deputado, tão insatisfeito quanto o primeiro citado.

"Já não bastava o assessor de Henrique, Aluízio Dutra, garantindo lideranças para apoiar Hermano", rebateu mais outro deputado, irritado com a forma como as coligações foram feitas.

"Ninguém conversou com os deputados, como pode isso?", questionou.

 

Outro forte aliado do PMDB reclamou do congestionamento de partidos no arco de alianças, afirmando que os deputados vão trabalhar para terem 40 mil votos e não conseguirem se eleger.

"O palanque de Henrique ficou pesado e desabou", disse um dos deputados irritados com a decisão tomada sem combinar com os partidos.

"Como é que você convida um grande número de partidos para lhe dar apoio e não faz nada para ajudar esse grande número de partidos?".

 

Os 4 deputados que falaram com o Blog não quiseram assinar o que disseram porque acham que o deputado Henrique Alves não vai aceitar o que eles consideram como arrumação de interesse do ex-deputado Elias Fernandes.

"Como é que você reúne 19 deputados e toma uma decisão sem ouvir nenhum?", reclama um dos que foram convidados para fazer parte do projeto do PMDB, mas se vê na linha de risco de perder sua cadeira na Assembleia. "Isso era para ter sido resolvido diferente", afirmou.

 

Fazendo as contas, um dos deputados explicou ao Blog: "No PMN, Jácome quer ir de um jeito na federal e de outro na estadual; no PRB Abraão Lincoln também quer coligações diferentes para o mesmo partido; no PSDB Rogério Marinho quer se eleger numa coligação e eleger nomes do PSDB em outra. Tem que ser tudo num chapão. Ou se elege ou não se elege", afirmou o parlamentar chateado.

O fim de semana do governadorável Henrique Alves vai ser de tempestade.

 

Uma resposta para “Deputados irritados com o PMDB vão pedir a Henrique para tirar Elias Fernandes, pai de deputado, da coordenação da campanha”

  1. […] em Thaisa Galvão: Crise grande no arco de alianças que dará apoio à pré-candidatura do deputado Henrique Alves […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.