#JornalismoSemFakeNews

22 de setembro de 2014 às 23:05

Ministro Lewandowski assume Presidência da República

[2] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff (PT) segue para Nova York nesta terça.
Vai participar da cúpula do clima, na terça, e da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na quarta-feira.
Para não assumir a Presidência e ficar inelegível, o vice Michel Temer (PMDB), companheiro de chapa de Dilma mais uma vez na disputa pela reeleição, se mandou para o Uruguai, com a justificativa que tem agenda na terça e quarta.

Segundo na linha da sucessão presidencial, o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB), candidato a governador do RN, deveria assumir a Presidência da República.
Mas Henrique ficaria inelegível.
Para não correr risco, se licencia da presidência.
E o Brasil terá como presidente, durante 2 dias, o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, que assume o mais alto cargo do Brasil apenas 13 dias após assumir o comando do Supremo.

Em 13 dias como presidente do STF, Lewandowski assume a presidência da República.
O ex-titular, Joaquim Barbosa, nunca chegou a ocupar a cadeira.

2 respostas para “Ministro Lewandowski assume Presidência da República”

  1. BRUNNO RICARTE FIRMINO BARBOSA disse:

    Thaisa, a linha sucessória presidencial obedece os termos do art. 80 da CARTA MAGNA DE 1988, ou seja, em caso de licença do presidente da câmara, assume o presidente do senado federal, isto é, Senador Renan Calheiros. Fica o esclarecimento. Agradecido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.