#JornalismoSemFakeNews

24 de setembro de 2014 às 9:54

Cassados pela justiça local, prefeito e vice de Macau recorrem no cargo. Ex-prefeito também condenado

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A juíza da comarca de Macau, Cristiany Maria de Vasconcelos Batista cassou ontem o prefeito Kerginaldo Pinto e o vice, Einstein Albert.

Também condenado pela decisão da juíza o ex-prefeito Flávio Veras.

Os três, pela decisão em primeiro grau, estarão inelegíveis por um período de 8 anos.

Prefeito e vice recorrem da decisão no cargo.

Caberá ao Pleno do TRE acatar ou não a decisão local.

 

O que levou a juíza a condenar os três?

Quando ainda prefeito, durante o período eleitoral em que tinha Kerginaldo como seu candidato, Flávio Veras contratou pessoal para prestação de serviços.

Apesar de não estar no período eleitoral, mesmo em ano de eleição, o número considerado excessivo – foram mais de 600 contratações – causou uma ação judicial pedindo a condenação dos 3.

Flávio por ter nomeado, Kerginaldo, por ter sido beneficiado, e Einstein na carona, já que a chapa é indissociável, e o que acontecer com prefeito, acontece com vice.

Vale lembrar que no momento, Einstein não quer ver Kerginaldo pintado de verde. Os dois estão rompidos. Mas Einstein acabou entrando no mesmo barco de seu companheiro de chapa.

 

O prefeito Kerginaldo, que está em Natal onde faz tratamento – é hipertenso – recebeu com surpresa a notícia da sua cassação.

Mas tranquiliza a população pelo fato de recorrer no cargo, evitando instabilidade administrativa.

Politicamente, o prefeito cassado diz que continuará trabalhando para eleger o deputado Henrique Alves (PMDB) para o Governo, Wilma de Faria (PSB) para o Senado, Rafael Motta (PROS) para deputado federal e Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB) para deputado estadual.

Já de alta médica, Kerginaldo chegará logo mais a Macau, onde, ao lado de Flávio Veras, participará de uma caminhada em defesa dos candidatos, que não estarão em Macau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.