#JornalismoSemFakeNews

24 de setembro de 2014 às 13:36

José Agripino: “O grande caminho para a CPI é obter o compartilhamento dos dados da delação premiada”

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os membros da CPMI da Petrobras não vão sossegar enquanto não conseguirem as informações da delação premiada do ex-diretor da empresa, Paulo Roberto Costa.

Ontem os parlamentares se reuniram com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Líder do DEM, o senador José Agripino participou da audiência no STF.

“O grande caminho para a CPI é obter o compartilhamento dos dados da delação premiada. A partir da daí, a CPI – assim como a Polícia Federal e o Ministério Público, que têm poderes assemelhados – vai poder queimar etapas e chegar a conclusões”, disse Agripino.

Também estavam presentes à reunião no STF, o ministro relator da Operação Lava Jato, Teori Zavascki, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

 

Presidente da CPMI, o senador Vital do Rêgo disse que o STF vai aguardar o parecer do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que dirá ao ministro Zavascki se considera que as revelações feitas por Paulo Roberto Costa justificam a homologação do acordo de delação premiada.

Somente depois desta etapa concluída no STF, segundo Vital do Rêgo, a CPI poderá ter acesso ou não aos dados.

Participaram da reunião os líderes Mendonça Filho (DEM-PE), Rubens Bueno (PPS-PR) e Antônio Imbassahy (PSDB-BA), além do presidente da comissão parlamentar da Petrobrás, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), e o relator Marco Maia (PT-PR).

IMG_3153-0.PNG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.