#JornalismoSemFakeNews

19 de abril de 2015 às 8:57

Hub da TAM: Começa mais uma briga política e pequena por um grande projeto para o RN

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

E o Rio Grande do Norte continua pequeno.

Com a redução do ICMS do querosene de aviação, pelo governo Robinson Faria, aliado ao aeroporto de grande porte, o Estado entra na disputa para sediar o primeiro Hub do Nordeste.

E o que seria isso?

Um centro de conexões de voos nacionais e internacionais.

Voos saindo de São Gonçalo, por exemplo, para Lisboa, com conexões para vários lugares do mundo. Assim também dentro do Brasil.

A TAM é a empresa aérea envolvida.

Pois…

Em vez de união de forças, a briga já está no ar em torno da paternidade do Hub.

Com o poder nas mãos, o ministro do Turismo, Henrique Alves, que além do cargo, tem relações estreitíssimas com o alto comando da TAM. 

Amizade pessoal.

Resta saber se Henrique vai juntar governo do Rio Grande do Norte e Prefeitura de Natal ou vai alimentar a briga que vai de pequena à rasteira.

O Consórcio Inframérica, que administra o aeroporto de São Gonçalo, já se posicionou, e em entrevista ao JH, o presidente Alysson Paulinelli disse que o Consórcio não vai medir esforços para transformar o aeroporto em hub, justificando que hoje o RN dispõe de estrutura, inclusive com capacidade de crescimento, superior a outros estados do Nordeste.

“Juntando-se à infraestrutura apresentada, o esforço conjunto com o Governo do Estado e setores da economia local”, declarou o presidente do Inframérica.

Para o secretário de Turismo do Estado, Ruy Gaspar, o RN nem deveria estar na disputa, pois já era para ter sido o escolhido, caso a redução na alíquota do imposto sobre o querosene de aviação já tivesse sido concedida há mais tempo, o que aconteceu só agora, no início do Governo Robinson.

Na queda de braço política, a Prefeitura de Natal entra na briga pela paternidade do hub.

O prefeito Carlos Eduardo, adversário do governador Robinson Faria, deixou claro, em seu twitter, que cabe ao Município de Natal a conquista, mesmo o aeroporto estando localizado em São Gonçalo do Amarante, município administrado pelo prefeito Jaime Calado.

Cotado para substituir Fernando Bezerril na Secretaria de Turismo da capital, o empresário Fred Queiroz entoou o hino do prefeito no twitter.



Ao JH, o deputado federal Rogério Marinho foi mais racional.

Defendeu a união da bancada com governo do Estado e prefeituras da Região Metropolitana. Consciente de que o aeroporto foi construído em São Gonçalo.

“É importante o empenho de toda a bancada federal, dos nossos deputados estaduais, dos prefeitos da Região Metropolitana, do governador Robinson Faria e do ministro Henrique Alves, além da Fiern, Fecomércio e do próprio Inframérica”, disse Rogério.

Pois, pois…

O que começa a ser travada no Rio Grande do Norte, em prol de um projeto grande, é mais uma vez uma briga pequena. E política.

Depois se reclama, sem saber porque, que o Rio Grande do Norte perde tudo para a Paraíba, Ceará e Pernambuco.

Para entrar, de fato, na disputa, o Governo tem que cumprir o que deveria ter sido cumprido ainda em 2013, quando o aeroporto de São Gonçalo foi inaugurado: os acessos.

Porque hoje chegar ao aeroporto ainda é uma missão bem complicada.

Mas, nada que não se consiga, se houver, de verdade, a intenção de se trabalhar pelo estado, e não apenas a intenção de garantir um ganho político.

Como disse no início do texto, cabe ao ministro Henrique Alves não alimentar a pequenez. 

Porque poder para instalar o hub da TAM no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que leva o nome do seu pai, Aluízio Alves, ele tem.

Uma resposta para “Hub da TAM: Começa mais uma briga política e pequena por um grande projeto para o RN”

  1. Eric disse:

    Thaisa, não sou nem serei pessimista. Mas vamos fazer o seguinte: vamos escrever em nossas agendas, no di 30/12/15, para conferirmos se o Hub veio ou não. Se aqui chegar vamos dá um salva para todos os que lutaram, caso contrário, vamos relembrar seu post é que com tantos pais, o Hub não se sentiu à vontade para morar no RN. Esse estado tem muito cacique pra poucos índios. 

     

     

     

Deixe uma resposta para Eric Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.