#JornalismoSemFakeNews

8 de junho de 2015 às 11:54

Para Henrique, sem os dois acessos, aeroporto de São Gonçalo corre risco de perder o Hub da TAM

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro do Turismo focou seu discurso, encerrado há pouco no “Motores do Desenvolvimento”, promovido pela Tribuna do Norte, nas ações para conquista do Hub da TAM para o aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Para Henrique, o aeroporto sem os dois acessos – o norte e o sul – concluídos, o RN perde força para atrair o mega investimento que irá abrir, aonde for instalado, cerca de 12 mil empregos.

Para o ministro, a construção de um hotel nas imediações do aeroporto também é necessidade urgente, já que o mais próximo, mesmo depois dos acessos concluídos, estará a 40 minutos do aeroporto.

Mas essa distância, para Henrique, é solução para a conquista do hub, e isso ele comprovou quando mostrou os mapas dos aeroportos de São Gonçalo, com uma área livre para construções e grandes investimentos em seu redor, e dos aeroportos de Fortaleza e Recife, instalados dentro de uma cidade, sem ter para onde crescer.

Apesar da referência favorável e da decisão 100% técnica, Henrique convocou governo e bancada para trabalharem juntos nessa conquista.

“As lutas políticas do passado ficaram no passado. Esta talvez seja a hora mais importante de unidos lutarmos pelo Rio Grande do Norte”, afirmou Henrique, lembrando que é ministro do Brasil, e não pode trabalhar somente pelo seu Estado.

O ministro deu um recado aos poriguares sobre sua atuação no Ministério do Turismo: disse que foi o mais atingido pelos cortes da presidente Dilma Rousseff.

Deu a entender que terá pouco ou nada para dar a quem aproveitar seu papel importante no governo, para pedir.

Pelo que falou, Henrique comanda hoje um Ministério liso.

Foto Márlio Forte

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.