#JornalismoSemFakeNews

17 de julho de 2015 às 14:33

Com a Frente Parlamentar da Água da Paraíba, deputados do RN visitam obras da transposição no estado vizinho

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ezequiel inicia na Paraíba articulações entre as bancadas do Nordeste para defender recursos para obras da seca

Os deputados do Rio Grande do Norte que integram a Frente Parlamentar da Água estão hoje na Paraíba.

Por articulação do presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira, a Frente cria uma união entre as forças políticas dos estados do Nordeste, para viabilizar ações e políticas de recursos hídricos regional. 

Ezequiel acompanhou os deputados da Frente em visita às obras de transposição do Rio São Francisco, que integra o eixo Norte, Lote 7, no município de Cajazeiras (PB).

“A Paraíba é o Estado que mais se assemelha com a realidade vivida pelo povo do Rio Grande do Norte. É preciso unir forças com respaldo das bancadas, juntando o nosso RN e demais estados nordestinos, com problemas parecidos. Temos uma alternativa definitiva para o problema da crise hídrica do Nordeste que é, de fato, a transposição das águas do Rio São Francisco”, afirmou Ezequiel.

 

Em Cajazeiras, os deputados George Soares, Galeno Torquato e Gustavo Fernandes se uniram ao presidente interino da Assembleia paraibana, João Henrique, e aos deputados Galego de Sousa e Jeová Campos, presidente da Frente Parlamentar da Água. 

Os parlamentares estiveram na Barragem Boa Vista em São José de Piranhas (PB) e na Barragem de Caiçara, em Cajazeiras (PB). 

 

As obras do Eixo Norte da transposição na parte da Paraíba estão praticamente concluídas, com quase 90% de sua totalidade pronta. Enquanto que as obras no estado do Ceará, que complementam as da Paraíba e são fundamentais para o escoamento das águas, estão com menos de 50%.

 

As obras de transposição do Rio São Francisco estão previstas para serem concluídas e entregues em 2017. 

O projeto contempla 477 quilômetros de canais, formando os eixos Norte, que vai de Cabrobó (PE) a Cajazeiras (PB), e Leste, com início em Floresta (PE) e término em Monteiro (PB) que conduzirão a água no semiárido nordestino. 

As obras garantirão segurança hídrica para 12 milhões de habitantes de 390 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.