#JornalismoSemFakeNews

3 de setembro de 2015 às 12:07

Os factóides de Pernambuco na disputa pelo hub da LATAM

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os estados do Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco, que disputam o hub da LATAM, vão se utilizando de suas estratégias de convencimento para conquistar o investimento que renderá ao estado-sede até 10 mil empregos.
E Pernambuco tem sido o rei dos factóides.

Primeiro divulgou que a presidente Dilma Rousseff fez doação de uma área militar para que o aeroporto de Recife pudesse ser ampliado.

Até hoje o governo federal não se pronunciou sobre a doação da área militar.

Se isso é verdade, jurisprudência para, falando de Natal, por exemplo, Prefeitura ou Estado recorrerem aos militares para doarem áreas onde se possa executar obras como alargamento de ruas, ciclovias, praças, espaços esportivos…

São muitas as áreas militares e sem uso em Natal.

Outro factóide foi uma pesquisa feita pelo Ibope onde 70% das pessoas ouvidas apontavam que o aeroporto de Recife era o mais indicado para sediar o hub.

Mais uma pressão psicológica em cima dos estados concorrentes, já que, aonde já se viu a TAM e a LAN Chile encomendarem consultorias internacionais mega-caras, 100% técnicas, e no final das contas se basearem, para escolher o estado-sede, em pesquisa feita pelo desacreditado Ibope, e ainda por cima ouvindo pessoas que sabem pouco ou nada sobre o que é, como funciona, para que serve, um centro de conexões de voos.

A pesquisa certamente foi feita ouvindo pernambucanos que disseram que queriam os 10 mil empregos em Pernambuco. E só.

Zero de informações sobre um projeto técnico, privado, com uma visão mínima de futuro de uns 50 anos…e nenhum interesse em envolvimento político com qualquer que seja o governo, até porque o governo passa, muda, e o investimento não pode depender do bel prazer de quem estiver no poder.

Portanto, difícil acreditar nos factóides do estado de Pernambuco, que tem um aeroporto espremido entre o mar e o shopping, mas segue fazendo o seu papel. O de assustar.

Como estado-terra do ex-presidente Lula, faz guerra de nervos na linha do ‘se colar, colou’.

Se colar…pobre da LATAM.

Encaixará um mega-projeto num formato gambiarra, e deixará o aeroporto de Natal pronto a receber um hub de outra empresa aérea qualquer do mundo. Para concorrer, cheio de vantagens, com a LATAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.