Thaisa Galvão

12 de outubro de 2015 às 14:43

TJ determina audiência de conciliação antes do julgamento da legalidade da greve da UERN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O desembargador do Tribunal de Justiça, Cornélio Alves, determinou a realização de uma audiência de conciliação no dia 16, às 9h, na 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, entre a Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (ADUERN), o Sindicato dos Técnicos Administrativos da UERN (SINTAUERN), o Estado do Rio Grande do Norte e a UERN. 
O magistrado determinou a realização da audiência antes de apreciar o pedido liminar feito pela UERN e Estado do RN. 

Na Ação Cível Originária, os entes pedem que seja determinada “a imediata suspensão do movimento paredista e impor o imediato retorno ao trabalho de todos os professores e servidores estaduais que a aderiram, determinando-se aos demandados que se abstenham de incitar os sindicalizados a agirem de forma contrária aos seus deveres funcionais, tendo em vista a ilegalidade e abusividade da greve”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.