Thaisa Galvão

28 de março de 2016 às 16:03

Ministros do PMDB não deverão comparecer à reunião de amanhã para tratar do desembarque do governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff, que está se valendo de todos os santos para se manter no cargo, apelou hoje para os ministros do PMDB, partido que acena com p desembarque do partido numa reunião marcada para amanhã.

Dilma conversou durante uma gora com os ministros Eduardo Braga (Minas e Energia), Mauro Lopes (Aviação Civil), Marcelo Castro (Saúde), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia), Henrique Alves (Turismo) e Hélder Barbalho (Portos). 

Somente a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, da cota pessoal de Dilma, não compareceu.

Antes da reunião com Dilma, o ministro Eduardo Braga se reuniu com o vice Michel Temer, que também reuniu os ex-ministros da Aviação Civil Eliseu Padilha e Moreira Franco, peemedebistas da sua convivência pessoal.

Ainda convocaria hoje os ministros que foram a Dilma.

Tanto em uma reunião quanto na outra, foram feitos cálculos.

Dos diretórios do PMDB nos estados, fala-se que 11 desenbarcarão do governo.

Até o final da semana esse número era 14, segundo se divulgava.

A estratégia de Dilma é evitar que os ministros do PMDB, mais os senadores Renan Calheiros e José Sarney não compareçam à reunião de amanhã.

Segundo publicou a Folha de S. Paulo, os ministros do partido se comprometeram a não comparecer e a conversar com suas bancadas federais na tentativa de evitar presenças de deputados, senadores e dirigentes estaduais e municipais da legenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.