#JornalismoSemFakeNews

7 de julho de 2016 às 16:00

Waldir Maranhão já pode dar início ao pleito para eleger novo presidente na Câmara

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ao comando da Câmara dos Deputados, o presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), terá prazo de até cinco sessões para realizar uma eleição para preencher o cargo até fevereiro de 2017, quando acabaria o mandato do peemedebista na presidência.

Cunha foi à Câmara porque, pelo regimento interno da Casa, a carta de renúncia precisa ser lida em plenário e depois publicada no “Diário Oficial da Câmara” para que entre em vigor.

A partir da publicação da renúncia, começará a contar o prazo para a realização de eleição para um mandato tampão até fevereiro. Neste prazo, serão levadas em conta tanto as sessões de votação quanto as de debate, desde que haja quórum de 51 deputados.

Mas Waldir Maranhão não precisa, porém, aguardar o fim desse prazo para realizar a eleição. Ele poderá chamar o pleito a qualquer momento a partir da oficialização da renúncia.

*Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.