Thaisa Galvão

13 de julho de 2016 às 21:59

PMDB perde presidência da Câmara e cargo será disputado entre DEM e PSD [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ufa!
Assim pode respirar aliviado o presidente Michel Temer, já que o peemedebista e ex-ministro de Dilma Rousseff, Marcelo Castro, está fora da disputa pela presidência da Câmara.

Passaram para o segundo turno os deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Rogério Rosso (PSD-DF).

Dentre os 13 candidatos, Maia e Rosso foram os mais votados.
Maia recebeu 120 votos e Rosso, 106.

O PMDB acaba de perder a presidência da Câmara.

13 de julho de 2016 às 18:08

Veja como será a eleição para presidente da Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Veja como vai ser a eleição para escolha do novo presidente da Câmara dos Deputados, marcada para começar daqui a pouco:

Ao meio-dia terminou o prazo limite para registro das candidaturas.
A sessão para votação está marcada para começar às 19 horas.
Cada candidato terá dez minutos cada para discursar.
Os líderes também têm direito a dez minutos de fala.

ABERTURA DAS URNAS

Não há definição do horário de abertura das urnas para votação
Após serem abertas, deputados se dirigem às cabines para votar; não há ordem definida
Parlamentares votam somente no cargo de presidente, o restante da Mesa Diretora não será trocado
Tempo da votação depende do fluxo de deputados nas cabines; prazo ainda será definido por Maranhão
Se um dos deputados obtiver ao menos 257 votos, é eleito

SEGUNDO TURNO

Se ninguém obtiver obtiver ao menos os 257 votos, haverá segundo turno entre os dois primeiros colocados.
Nesse caso, o segundo turno começará uma hora após o fim do primeiro turno.
Ganha quem tiver mais da metade dos votos presentes, mesmo que esse número seja inferior a 257.

13 de julho de 2016 às 17:54

14 deputados inscritos para disputar presidência da Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Catorze deputados interessados na cadeira de presidente da Câmara.
Veja a lista dos inscritos para a eleição que está prevista para começar às 19 horas.

Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO)
Carlos Manato (SD-ES)
Marcelo Castro (PMDB-PI)
Fabio Ramalho (PMDB-MG)
Giacobo (PR-PR)
Cristiane Brasil (PTB-RJ)
Luiza Erundina (PSOL-SP)
Rogério Rosso (PSD-DF)
Evair Vieira de Melo (PV-ES)
Espiridião Amin (PP-SC)
Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Miro Teixeira (REDE-RJ)
Gilberto Nascimento (PSC-SP)
Orlando Silva (PCdoB-SP)

13 de julho de 2016 às 17:39

Eleição na Câmara só vai começar depois que CCJ votar recurso de Eduardo Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A eleição para escolha do novo presidente da Câmara, marcada para agora às 16 horas, só vai começar mesmo às 19 horas.
O adiamento se deu porque os deputados optaram por esperar que a Comissão de Constituição e Justiça conclua a votação do recurso de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contra a decisão do Conselho de Ética de recomendar sua cassação.

Os líderes partidários ainda tentaram convencer o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, a desistir da mudança de horário mas não houve nem sinal de acordo.

13 de julho de 2016 às 17:29

Prefeitura vai ampliar binário da Miguel Castro com Amintas Barros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Começa a funcionar segunda-feira o modelo ampliado do binário das avenidas Miguel Castro com Amintas Barros.

A Amintas já funciona com tráfego de mão única, no sentido Lagoa Nova/Nova Descoberta, e a Miguel Castro no sentido inverso, porém, permanecem com mão dupla em um trecho.
Segundo Walter Pedro da Silva, da STTU, a partir de agora a Amintas Barros passa a ter sentido único da Avenida Interventor Mário Câmara (Av. 6) até a Avenida Xavier da Silveira. A ampliação ocorre no trecho entre a Av. Interventor Mário Câmara até Rua dos Tororós e da Rua Marise Bastier até a Avenida Xavier da Silveira. 

Já a Miguel Castro terá o sentido único ampliado da Rua dos Totorós até a Avenida Interventor Mário Câmara (Av. 6).
Nos próximos 15 dias 40 agentes de mobilidade farão a orientação dos motoristas nos três turnos. 

Em caso de dúvidas os motoristas podem ligar para o Alô STTU, no telefone 156, ou perguntar pelo Twitter oficial, o @156Natal.

13 de julho de 2016 às 14:49

Garibaldi é aclamado presidente de comissão que permite revisar auxílio-doença e aposentadoria por invalidez [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Garibaldi Filho foi eleito por aclamação, presidente da comissão que emitirá parecer sobre a Medida Provisória nº 739, reeditada ontem pelo presidente em exercício Michel Temer.
A MP, que havia sido publicada originalmente na semana passada, estipula realização de uma revisão nas concessões de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.
O novo texto incluiu parágrafo estipulando um prazo de carência para o pagamento dos dois benefícios e também do salário-maternidade.

Com a nova regra, se a pessoa perder a qualidade de segurado, quando voltar ao sistema previdenciário terá que cumprir novos prazos de carência para ter direito a receber os benefícios.

No caso de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, 12 contribuições mensais.
Para o salário-maternidade, é exigida carência de 10 contribuições mensais. Na regra anterior, para completar novo período de carência para requerer auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, eram necessárias quatro contribuições.

A escolha do nome do senador Garibaldi Filho para presidir a comissão se deu por acordo das lideranças, decisão referendada pelos parlamentares que participaram da reunião de instalação do colegiado.
Na próxima reunião serão escolhidos o relator e o relator-revisor da medida provisória nº 739.

13 de julho de 2016 às 13:07

Deputado Nelter Queiroz vai ser pai em fevereiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o deputado estadual Nelter Queiroz vai ser pai.
Luciana Motta, mulher do deputado, está gravidíssima.
O nascimento do bebê está previsto para fevereiro próximo e será o primeiro filho do casal.

13 de julho de 2016 às 9:22

Depois das propinas, cachês para depoimentos favoráveis na lava jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E assim segue o mundo mágico da java jato e suas negociações.
Agora a dinheirama derramada não funciona mais como propina para eleger ou reeleger políticos.
Agora o derramamento de dinheiro é para o salve-se quem puder. Ou quem tiver…dinheiro.

Veja matéria da Folha mostrando o comércio das delações:

Gravação expõe pedido de propina para evitar delação na Lava Jato

AGUIRRE TALENTO
MÁRCIO FALCÃO
DE BRASÍLIA

Uma gravação de áudio anexada a um dos processos da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal) expõe o funcionamento de uma espécie de mercado de delação premiada no esquema de corrupção da Petrobras.

O protagonista é Alexandre Margotto, ex-sócio do corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, acusado de ser operador do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). No diálogo, ele pede dinheiro para não dar depoimentos contra Funaro.

Na conversa, Margotto diz: “Eu quero estar do lado do Lúcio e que ele não me desampare financeiramente nem juridicamente. Mas eu já quero cem pau agora, R$ 100 mil”.

A Folha teve acesso ao áudio, anexado pela defesa de Funaro ao processo que determinou a prisão preventiva dele no dia 1º, sob acusação de ser operador de Cunha em um esquema de corrupção na Caixa Econômica. Os desvios foram denunciados na delação do ex-vice da Caixa Fábio Cleto e resultou na Operação Sépsis da Polícia Federal. Margotto foi sócio de Cleto.

O diálogo revela outro caso de negociação para evitar delação. O de maior notoriedade até agora ocorreu em novembro, quando o ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) foi preso após ser gravado oferecendo dinheiro para impedir a delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. A defesa de Funaro disse ao STF que o áudio mostra tentativa de Margotto chantagear seu cliente.

O interlocutor identificado como Bob pergunta a Margotto o que ele poderia falar sobre a disputa entre Funaro e o grupo Schahin. “Não depor contra ele já é um grande favor. Eu sei toda a história do Schahin”, diz Margotto, que afirma que Funaro “comprou um juiz que eu arrumei”.

A Schahin é investigada na Lava Jato e acusa Cunha e Funaro de terem achacado a empresa no Congresso. O motivo seria uma dívida de R$1 bilhão que Funaro cobra por prejuízo que a empreiteira teria lhe causado em uma obra de hidrelétrica em Rondônia.

Na conversa, de abril, Margotto fala que encontraria um advogado no dia seguinte. A reportagem apurou que o encontro seria para discutir sua delação, mas que a colaboração não prosperou. Ele também foi alvo de mandados de busca e apreensão na Sépsis.

Margotto pede o pagamento de dívidas que o corretor de valores teria com ele e afirma que tinha a receber em torno de R$ 12 milhões e o valor teria que ser negociado, além dos R$ 100 mil emergenciais. “Primeiro, só não quero ser preso. Segundo, ter dinheiro para pagar minhas contas”.

OUTRO LADO

A Folha não conseguiu encontrar Margotto. Segundo advogados que o assessoram, a conversa era um blefe para tentar receber o que Funaro lhe devia.

O advogado de Funaro, Daniel Gerber, disse que as acusações contra seu cliente no áudio são “bravata” e que ele não tem envolvimento com o esquema de corrupção na Caixa.

Cunha também nega relação com o esquema.

A Schahin diz que não teve responsabilidade pelo prejuízo alegado por Funaro.

MERCADO DE DELAÇÃO

Em áudio, ex-sócio do corretor de valores Lúcio Funaro fala em dinheiro para não implica-lo em depoimentos

QUEM É QUEM

Alexandre Margotto
Foi sócio do ex-vice da Caixa Fábio Cleto e do corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro em um fundo de investimentos

Lúcio Funaro
Apontado por Cleto como operador do esquema de corrupção na Caixa, foi preso na Operação Sépsis

A CONVERSA
Gravada em abril por dois interlocutores em comum de Funaro e Margotto

Bob – O Lúcio hoje tem que ser um parceiro teu. Ele não pode ser um inimigo teu. […]

Margotto – Mas ele precisa me pagar, Bob. Porra, meu.

Bob – Pagar essas tuas dívidas atrasadas, tal. Cem pau resolve?

Margotto – Para começar a negociar, já. Precisa pagar cem pau agora, já, para depois a gente sentar e negociar.

Bob – Você fica parceiro dele?

Margotto – Para começar a negociar.

[…]

Bob – Você fala para ele que você ajuda e corrobora a favor dele.

Margotto – Tá bom, mas eu preciso primeiro apagar meu incêndio. Preciso pagar mercado cara, cartão de crédito. Tá me fudendo. Meu, apaga o incêndio do cara.

Bob – Você ajuda ele contra o Fábio [Cleto] e contra o Schahin?

Margotto – Ajudo.

Bob – Eu to lutando contra meu amigo que é o Schahin.

Margotto – Eu ajudo com o que quiser.

Bob – O que você tem a favor dele contra o Schahin?

Margotto – Não falar nada. Não depor contra ele já é um grande favor. Eu sei toda a história do Schahin.

Bob – Sabe quanto o Schahin deve pra ele [Funaro]? Um bilhão e meio [de reais].

Margotto – O Lúcio comprou um juiz que eu arrumei. Ele sabe.

Bob – E ele sabe disso? A favor do Lúcio?

Margotto – Sabe.

[…]

Margotto – É muita sacanagem eu não receber desse cara, Bob. Você não defender e ele não me pagar.

Bob – Pera um pouquinho, ele tá com alguns problemas, você também. Temos um desembargador, um procurador, os três caras abaixo do procurador-geral da República.

Margotto – Quando você falou que ele me deve 12 paus, ele falou o quê?

Bob – Que não procede…

Margotto – É quanto então?

Bob – Ele não falou nada. Eu falei R$ 12 milhões, que são R$ 4 da Caixa, R$ 5,5 do Big Frango, mais juros e tudo mais… e os US$ 538 mil do Fábio [Cleto] que têm que voltar que você honrou.

13 de julho de 2016 às 8:56

TJ inclui nova ação no processo e pena do ex-governador Fernando Freire aumenta em um ano e 3 meses [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-governador do Rio Grande do Norte, Fernando Freire, segue por mais tempo na prisão.
Ontem a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, acatando provimento a uma apelação do Ministério Público Estadual, aprovou, à unanimidade de votos, a ampliação da pena de Freire.

A decisão foi relatada pela desembargadora Maria Zeneide Bezerra, e concedeu parcialmente o pleito do Ministério Público para incluir na condenação de Fernando Freire e Aristides Siqueira Neto, a conduta ilícita que resultou no desvio de quantia, cujo beneficiário foi Fernando Antônio Siqueira de Góis.

A inclusão resulta no aumento da pena de cada um deles, de seis anos e seis meses de reclusão, para sete anos, nove meses e dez dias de reclusão.

13 de julho de 2016 às 8:41

Governistas tentam fortalecer Rodrigo Maia para impedir eleição de ex-ministro de Dilma na presidência da Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como a falsidade ronda a política, o presidente Michel Temer diz que não se envolve na eleição do sucessor de Eduardo Cunha na presidência da Câmara, e seu partido, o PMDB, jura que fará de tudo para eleger um nome que vai fortalecer o governo, mas…lança candidatura de um peemedebista-dilmista.

Para tentar minar o poder destruidor da candidatura do ex-ministro da Saúde Marcelo Castro, os governistas estão se unindo em torno do nome do democrata Rodrigo Maia.

Até Lula (PT) tinha embarcado na candidatura do democrata (pasmem), mas o partido reagiu e o ex-presidente recuou…

Leia nota do Globo:

13 de julho de 2016 às 8:34

Moura Dubeux capacita corretores [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A construtora Moura Dubeux promove hoje mais um encontro exclusivo com corretores parceiros. 

Na ocasião será proferida a palestra do potiguar Giovanni Magnus com o tema “Oxe, deu não? A atitude vencedora que um profissional deve ter diante da negativa da venda”. 

 

No encontro que começa agora cedo, também serão anunciados os campeões do 2º Trimestre da Olimpíada MD, que premia corretores parceiros que mais venderam os imóveis da construtora neste período.