#JornalismoSemFakeNews

31 de julho de 2016 às 18:41

Em Natal ou no interior, governador do Estado tem acompanhado de perto todas as ações de segurança

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria tem comandado todas as ações do Governo em relação aos ataques de bandidos a ônibus e prédios públicos de Natal e de cidades do interior.
Já concedeu duas entrevistas para informar sobre os trabalhos, e não tem deixado de participar de nenhum ato das estratégias montadas pelos órgãos de segurança.

Desde sexta-feira, quando os bandidos começaram a reagir à instalação do primeiro bloqueador de celulares no presídio de Parnamirim, Robinson tem dado plantão ao lado dos secretários de Segurança, General Ronaldo Lundgren e de Justiça, Walber Virgolino.

O que não significa que tenha ido para as ruas prender bandidos.
Não é esse o papel do governador.
Robinson tem sabido delegar.

O governador sabia desde o começo que a ação do governo contra a bandidagem iria lhe trazer desgaste.
Desgaste que espera ser passageiro, e que ali na frente possa fazer história como o governador que botou a bandidagem no exato lugar dela: no presído e sem celular.
A menos que a sociedade troque um suposto clima de paz hoje por tempos eternos, como o Rio Grande do Norte sempre viveu, de comando geral a partir dos presídios.

Vale o voto de confiança.

Mas a população, e principalmente a população adversária, está intransigente.
E credita ao governo ou ao governador, o clima de violência que há 3 dias se instalou no Estado.
A mesma população que vinha cobrando o bloqueio de celulares.

Hoje, depois de uma madrugada até 2 da manhã no Gabinete de Gestão, com uma equipe voluntária de várias secretarias, o governador foi levar apoio a prefeitos e candidatos de sua base no interior.
Recebeu mais críticas.
Mas o governador não pode abrir mão de apoios, e para isso, sabe que tem que apoiar.
E vamos combinar que não vai ser com o governador em Pau dos Ferros, por exemplo, que a Segurança do Estado vai deixar de agir em São Gonçalo do Amarante.

De volta a Natal e ao Gabinete de Gestão, Robinson tem dados suficientes para apresentar à Assembleia Legislativa, à Câmara Federal e ao Senado, na reunião que fará, a partir de sua convocação, com senadores, deputados e presidente da Assembleia.

A população espera que todos compareçam.
Inclusive os que foram para o interior, para as convenções de seus partidos.

Uma resposta para “Em Natal ou no interior, governador do Estado tem acompanhado de perto todas as ações de segurança”

  1. EDMILSON LOPES JUNIOR disse:

    Neste momento, a cidadania do Rio Grande do Norte tem o dever moral de reagir como os italianos fizeram quando a Máfia começou a enfrentar abertamente o Estado: foi pra rua apoiar a ação legítima contra o crime organizado. Não podemos e não devemos esquecer o foto: garantir a segurança pública como direito básico da cidadania e, ao mesmo tempo, apoiar ações que enfraqueçam os grupos criminosos organizados, nos presídios e fora deles. Temos um secretário estadual de segurança que tem conhecimento técnico, liderança e experiência no enfrentamento da criminalidade. Tentar fazer política rasteira neste momento não é apenas demonstração de descompromisso com os interesses maiores da população potiguar, também é burrice política, pois, deixa o Governador Robinson Faria como o único artífice de uma ação correta e que terá desdobramentos muito positivo nos anos vindouros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.