Thaisa Galvão

19 de julho de 2017 às 20:41

Após acordo judicial, médico se retrata e pede desculpas à senadora Fátima Bezerra [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A senadora Fátima Bezerra (PT) acionou a justiça contra o médico Lira Holanda, de São Gonçalo do Amarante, após ter se sentido agredida por ele que postou termos como “ladrona” direcionados à parlamentar.
Após audiência de conciliação, onde a senadora aceitou baixar o valor pedido para destinar a instituições, depois que o médico alegou dificuldade financeira.
Abaixo, de acordo com a justiça, o que o médico publicou em sua página do facebook:

O texto continua:
Excedi meu direito a livre manifestação de pensamento e proferi ofensas à sua honra e mentiras quanto sua conduta pessoal, situação da qual me arrependo. 
Peço desculpas a Sra. Senadora Maria de Fátima Bezerra pelos constrangimentos causados em seu íntimo e a sua imagem, como também, peço desculpas a todos aqueles que se sentiram ofendidos pela minha conduta intolerante e desarrazoada. 
O presente Termo de Retratação Pública busca restabelecer a verdade e a idoneidade da ofendida, consoante acordo firmado nos autos do Processo n. 0810188-20.2017.8.20.5004, do 2˚ Juizado Especial Cível da Comarca de Natal – RN, que estabelece ainda, as minhas expensas, o pagamento a título de Danos Morais no valor de 05 salários mínimos vigentes, que serão revertidos ao Grupo de Apoio à Criança com Câncer do RN – GACC e ao Instituto Juvino Barreto. 
Por fim, aproveito a oportunidade para ressaltar publicamente o meu respeito a Sr. Senadora Maria de Fátima Bezerra (professora e, primeira mulher de origem popular eleita Senadora da República pelo Estado do Rio Grande do Norte), comprometendo-me a não incorrer novamente em atitudes como ora repudiada. .

    Natal, 17 de julho de 2017.

    José Lira de Holanda.

19 de julho de 2017 às 16:40

TRF1 mantém Henrique Alves em prisão no Rio Grande do Norte [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Além de julgar – e negar – o pedido de prisão domiciliar para o ex-deputado Henrique Alves (PMDB), o Tribunal Regional Federal da Primeira Região, em Brasília, também julgou recurso do réu para impedir a transferência dele de Natal para um presídio de Brasília.
O TRF-1 também negou, garantindo a Henrique o direito de permanecer detido em Natal.

19 de julho de 2017 às 16:32

Após depor e entregar documentos, Marcos Valério aguarda posição do STF para delatar mensalão tucano em Minas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Federal não aceitou, mas a Polícia Federal de Minas Gerais fechou com o publicitário Marcos Velório, acordo de delação premiada

Preso por envolvimento no mensalão do governo Lula (PT), ele prometeu contar o que sabe sobre o mensalão do PSDB mineiro.

A delação vai depender agora da homologação por parte do STF, já que envolve agentes políticos com foro privilegiado.
O mensalão tucano em questão tinha como foco a campanha derrotada de reeleição do então governador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.

Marcos Valério já prestou depoimento e apresentou documentos.

19 de julho de 2017 às 9:59

Por mais pessoas assim: gerente de banco senta no chão para atender deficiente e registro viraliza [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Uma postagem no facebook de Isabel Paiva, de Volta Redonda (RJ), viralizou esses dias…

Ela registrou, sem saber de quem se tratava, o gesto de um gerente da Caixa Econômica que se sentou no chão para atender um senhor deficiente.

Eis o relato na página pessoal de Isabel:

19 de julho de 2017 às 9:35

Câmara cria mecanismo para começar a discutir Caso Temer [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pronto.

Os deputados irão, pelo menos, começar a discutir a abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer.

Antes a sessão só poderia ser aberta com a presença de 342 parlamentares em plenário.

O placar para votação continua o mesmo, mas o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) criou mecanismo para, pelo menos, discutir o assunto.

Trecho de reportagem de Cristiane Jungblut no Globo de hoje.

19 de julho de 2017 às 9:23

Jornalista Rubens Lemos finaliza livro sobre memórias póstumas e políticas do estádio Machadão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O jornalista Rubens Lemos Filho vai lançar em setembro o livro ‘Memórias Póstumas do Estádio Assassinado’, numa referência ao estádio Machadão que foi demolido para construção da Arena das Dunas.

O livro, que também terá política, tragédias, boates, botecos, o Ducal, strip, JUBS, que retratam a Natal dos tempos do Castelão, contará histórias dos gols, dos craques, das torcidas. 

O livro terá edição do jornalista Adriano de Sousa.
Na foto, Rubens Lemos com o arquiteto Moacyr Gomes, que projetou o Castelão.

19 de julho de 2017 às 8:51

Tem petista torcendo para Temer não cair [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pasmem.

Já tem petista torcendo pela permanência de Michel Temer (PMDB) no cargo, sem querer que o presidente caia.
Eles justificam dizendo que, caso o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), assuma a presidência da República, chegaria forte ao Planalto, com musculatura suficiente para aprovar a reforma da Previdência.
Os petistas preferem Temer fraco, sem apoio, alvo de uma denúncia atrás da outra.

Dessa forma eles tem aval da população para bater de frente com a reforma.

19 de julho de 2017 às 8:42

Ex-presidente da OAB se oferece para fazer defesa de graça das senadoras que fizeram piquenique na mesa diretora do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-presidente da OAB quer defender senadoras de graça
O advogado Cezar Britto, ex-presidente nacional da OAB, se ofereceu para defender as seis senadoras da oposição que foram alvo de denúncia no Conselho de Ética por terem ocupado e feito piquenique na mesa diretora da Casa.
O caso está parado durante o recesso parlamentar. 

O presidente do Conselho, João Alberto Souza, terá que convocar o colegiado para analisar o caso.
As senadoras têm sido procuradas por advogados ou que não concordam com a denúncia ou wue vêem no caso oportunidade de visibilidade.
A justificativa recorrente dos advogados que se oferecem para a defesa, entre eles o ex-presidente da OAB, é que é absurdo o Conselho de Ética que não funciona para enfrentar ‘casos gravíssimos’ de corrupção, se dá ao trabalho de julgar quem ‘defende a cidadania’.
*

Do Blog – Ocupar a mesa diretora do Senado até que poderia ser compreendido como defesa da cidadania como pregam as senadoras.

Mas as quentinhas, o piquenique, acabou sendo visto como ato de desrespeito à cidadania, e não de defesa.

Não precisava do almoço.

A ocupação e tentativa de barrar a votação da reforma trabalhista estava de bom tamanho e teria o aval total da população.

A comida estragou…

19 de julho de 2017 às 8:25

Operação da PF para desarticular movimento para matar agentes prisionais cumpre mandado em Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Policia Federal deflagrou hoje a operação Força e União visando desarticular movimento arquitetado em unidades prisionais federais que para matar agentes públicos em resposta ao que internos do Primeiro Comando da Capital (PCC) chamam de “opressão”, o que, para a PF, é a aplicação de regime disciplinar mais rígido, legalmente imposto dentro das penitenciárias federais. 

Cerca de 30 policiais federais estão cumprindo 8 mandados de busca e apreensão, sendo 4 no Rio de Janeiro, 4 em São Paulo, 1 mandado de condução coercitiva no Rio de Janeiro, além de 5 mandados de prisão preventiva, 1 em Mossoró e 4 em São Paulo.
De acordo com os levantamentos, o PCC assassinou dois agentes penitenciários federais em menos de um ano: Alex Belarmino Almeida Silva em setembro de 2016, na cidade de Cascavel/PR e Henry Charles Gama Filho em abril de 2017, em Mossoró/RN.
No decorrer da investigação do homicídio do agente Alex Belarmino, foi descoberto que a facção tinha planos de executar dois agentes por cada unidade prisional.
Já em relação ao agente Henry, as investigações apontaram que sua morte havia sido planejada há dois anos na cidade de São Paulo e teve início através de integrantes do PCC envolvidos na coleta de dados, preparo da ação e teve participação de pessoas próximas da vítima.
As investigações demonstraram também que não há pessoalidade nas ações do PCC, que escolhe seus alvos em razão das informações e de uma maior vulnerabilidade com o fim de se executar um plano preciso e sem deixar indícios de autoria.
Logo mais às 10h30 a Polícia Federal concederá entrevista na sede da Delegacia da PF em Mossoró.

19 de julho de 2017 às 1:34

Juízes mantém Henrique na prisão para evitar que ele movimente contas no exterior [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por que o Tribunal Regional Federal da Primeira Região, com sede em Recife (PE) decidiu manter preso o ex-deputado Henrique Alves, ao julgar habeas corpus nesta terça-feira?
Por 2 votos a 1, os desembargadores da 3ª Turma entenderam que a prisão é necessária por considerarem que é possível Henrique, que tem contas no exterior, voltar a movimentá-las.