Thaisa Galvão

3 de outubro de 2017 às 10:20

Vereador Cícero Martins diz que não fez acusações contra Ney Júnior mas não vai aceitar intimidação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador Cícero Martins (PTB) disse que não falou uma só palavra do que o presidente da Câmara Ney Lopes Júnior entendeu como acusação de que “se vendeu” ao prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT).
“Desconheço a razão que o levou a fazer isso”, afirmou Cícero, que emitiu nota se dizendo surpreso com a declaração do presidente, sobre acionar a justiça contra o vereador do PTB para que ele prove.
“Não falei em Micarla, nem muito menos que ele se vendeu a alguém. O que disse e repito foi que o prefeito me chamou e pediu que eu não votasse na chapa dele, porque ele teria se vendido para prejudicá-lo junto ao TCE, inclusive falando em valores”, disse Cícero, se referindo à época em que Carlos Eduardo foi julgado e a prefeita de Natal era Micarla de Sousa.
“Isso não é novidade. O colega Ney, falou em processar o prefeito em 2012 devido a essas acusações, e acho até que processou, isto foi fato público”, lembrou Cícero Martins.
O vereador disse que lamenta a decisão do presidente, por quem ele sempre teve respeito e amizade, mas disse que não vai aceitar intimidação “seja de quem for ou de quem mandar”.

Abaixo o trecho do vídeo onde Cícero Martins se detêm a palavras, e Ney Júnior a interpretações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.