Thaisa Galvão

15 de outubro de 2017 às 19:58

Cortes do governo que atingem setor da construção civil serão debatidos nesta 2ª em audiência pública na AL [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O setor de construção civil no Rio Grande do Norte, assim como do Brasil, continua em polvorosa com os cortes anunciados pelo governo federal, atingindo, inclusive, o programa Minha Casa Minha Vida.

Nesta segunda-feira, às 9 horas, o deputado Gustavo Fernandes (PMDB) comandará uma audiência pública para debater o assunto na Assembleia Legislativa.

Antes da sessão, construtores, corretores e trabalhadores atingidos pelos cortes do governo, se concentrarão na frente da Assembleia.

Na semana passada o senador José Agripino Maia (DEM) fez um pronunciamento no plenário do Senado, e o Blog publicou, cobrando do governo a continuidade do programa.

O deputado Felipe Maia (DEM) também cobrou no plenário da Câmara.

A preocupação do setor levou o assunto a ser discutido na Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara.

O deputado Walter Alves e o senador Garibaldi Filho, ambos do PMDB, levaram o assunto ao Ministério das Cidades.

Walter disse que vai marcar encontro com o presidente da Caixa Econômica, Gilberto Occhi.

2 respostas para “Cortes do governo que atingem setor da construção civil serão debatidos nesta 2ª em audiência pública na AL”

  1. JEFFERSON DE ALMEIDA MIRANDA disse:

    É muito importante a participação de toda a sociedade nesta audiência, pois todos estão sendo atingidos direta ou indiretamente. Caso não seja realizada uma alocação imediata de recursos, haverá uma imensa onda de desemprego na construção civil e consecutivamente em toda cadeia.

  2. João Roberto de Assis Pantaleão disse:

    todos sabemos que a irresponsabilidade do governo do pt foi grande e buscando afirmar campanha eleitoral com o MCMV, porem se há recursos no FGTS fica custoso de entender não liberarem pelo menos os processos que estão devidamente aprovados, faltando somente rodarem o Contrato Caixa e as partes assinarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.