Thaisa Galvão

27 de outubro de 2017 às 9:51

Fábio Cleto diz que sua indicação para a Caixa “passou” por Henrique. Advogado do ex-deputado nega [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do ex-vice presidente da Caixa Econômica Federal, Fábio Cleto, preso em Campinas (SP), ontem em depoimento por videoconferência ao juiz Vallisney Oliveira, de Brasília:

“O meu currículo saiu da mão de Lúcio Funaro, que passou para Eduardo Cunha. Foi entregue, então, ao Henrique Eduardo Alves, que levou ao [ex-ministro Antonio] Palocci, que levou até o [o ex-ministro Guido] Mantega”, disse Cleto.

Os três são réus na Operação Sépsis, um desdobramento da Lava Jato, que investiga um esquema de propinas no Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS).

Já quando perguntado pelo advogado de Henrique, sobre envolvimento de Henrique em desvios, Cleto, segundo declarou o advogado Marcelo Leal, disse ‘não ter conhecimento’.

Veja trecho da entrevista do advogado de Henrique à InterTV Cabugi, contrariando a declaração de Fábio Cleto no que se refere à sua indicação para a Caixa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.