#JornalismoSemFakeNews

27 de novembro de 2017 às 21:13

Em nota PM diz que agiu para evitar que manifestantes impedissem população de ser atendida no Detran

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Militar emitiu nota explicando o ocoerido hoje no portão do Detran, onde um grupo protestava e denunciou ter sido agredido por policiais.

Eis a nota:

1. A PMRN foi acionada por funcionários terceirizados do Detran que informavam que manifestantes impediam o acesso de pessoas às dependências do orgão;

2. A PMRN ao chegar no local foi hostilizada pelos manifestantes. Os policiais solicitaram que fosse respeitado o direito de   ir e vir de pessoas que necessitavam entrar no estabelecimento público;

3. Um policial militar que estava negociando foi agredido fisicamente por um dos manifestantes; o agente de segurança imediatamente deu voz de prisão ao agressor. Uma segunda pessoa foi detida em decorrência de obstrução à atividade policial;

4. A PMRN utilizou de força proporcional as ofensas e agressões perpetradas pelo grupo de manifestantes, e lamenta profundamente o ocorrido;

5. A Polícia Militar tem por dever constitucional a garantia da ordem pública e a defesa da vida. Neste caso, as ações tiveram por objetivo garantir o direito de locomoção inerente a todos;

6. Reafirmamos o nosso compromisso em defesa da vida, dos direitos e da ordem pública.

SOMOS A PMRN: PATRIMÔNIO DO POVO POTIGUAR

*

Abaixo o vídeo com o registro do ocorrido

Uma resposta para “Em nota PM diz que agiu para evitar que manifestantes impedissem população de ser atendida no Detran”

  1. Jose Lucio de Azevedo disse:

    Sindicalistas vagabundos e “barraqueiras” do PT e puxadinhos incitam aos incautos a fazerem a baderna, exigindo da PM atuarem para o restabelecimento da ordem e do direito das pessoas de ir e vir, mesmo porque as pessoas que precisam dos serviços do DETRAN não tem nada com as atitudes do governo, procurem o dialogo, é o que os próprios esquerdopatas alegam que deve ser feito, então…….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.