Thaisa Galvão

23 de dezembro de 2017 às 20:05

Para Zenaide Maia, servidores do RN são vítimas de política ‘errada e cruel’ orquestrada pelo governo Temer [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da deputada federal e pré-candidata ao Senado, Zenaide Maia, sobre a situação do funcionalismo público do Rio Grande do Norte, vítima de ações, segundo a parlamentar, do governo de Michel Temer:

“O que estamos vendo é um total desrespeito com os servidores públicos. É bom lembrar que são resultado de uma política errada e cruel orquestrada a partir de Brasília pelo presidente Temer e seus aliados. Eles congelaram os recursos da saúde, segurança, educação e demais setores por 20 anos, ao mesmo tempo em que dispensaram mais de 800 bilhões de reais em impostos e contribuições sociais em favor das petroleiras estrangeiras. Esses impostos fazem falta inclusive aos estados e municípios, como o IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) e contribuições sociais, como Cofins, PIS, CSLL, que financiam a seguridade social. Plantam vento e geram tempestade para a sociedade vitimando, principalmente, os mais carentes. Nosso mandato foi, é e será sempre contra todas essas medidas que prejudicam os trabalhadores e discriminam os servidores públicos”, declarou Zenaide.

Uma resposta para “Para Zenaide Maia, servidores do RN são vítimas de política ‘errada e cruel’ orquestrada pelo governo Temer”

  1. fonseca disse:

    deputada Zenaide maia, se a senhora diz que e a favor do servidor publico estadual, porque não acompanhou o governador em busca de recurso para o rio grande do norte? o estado não e do governador Robson não, e a senhora foi eleita pelo povo do RN, por tanto tem a obrigação de defender, a senhora não foi eleita só para criticar não, a senhora foi eleita pra defender o estado, independente de quem seja o governador, que diga-se de passagem ta pagando uma conta que não foi feita por ele, e digo mais, a miséria do servidor publico hoje, sera moeda de campanha de todos vocês em 2018,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*