#JornalismoSemFakeNews

28 de fevereiro de 2018 às 10:32

Carlos Eduardo aguarda resultado de pesquisa feita fora do RN para quebrar o silêncio sobre eleições

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O silêncio do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), tem incomodado quem sonha em vê-lo governador do Rio Grande do Norte.

Pré-candidato ao Governo, o prefeito não tem botado o pé fora de Natal nem tem recebido prefeitos e lideranças do interior para, pelo menos, começar a construir a candidatura.

O que tem silenciado o prefeito de Natal?

Todos os dias Carlos Eduardo ouve de seus aliados de gestão, que a chapa formada e que está sendo apresentada como certa pela imprensa, com ele na cabeça e os senadores Garibaldi Filho (MDB) e José Agripino (DEM) como candidatos à reeleição, é pesada demais para não ruir.

Todos os dias Carlos Eduardo tem acompanhado os problemas do Estado como insegurança, déficit nas polícias e na receita, e lhe assusta sair do ‘conforto’ que ele ‘ainda’ tem na Prefeitura, para enfrentar um problema muitas vezes maior.

Problemas que chegaram na Prefeitura como efeitos da operação Cidade Luz, com prisão de auxiliares e ex-auxiliares também pesa na decisão de Carlos Eduardo que não dá um pio sobre eleições.

E o que vai fazer Carlos Eduardo falar e decidir se renunciará daqui a um mês e 7 dias ou se permanecerá no mandato

O resultado de uma pesquisa.

Tipo aquela pesquisa que Robinson Faria encomendou ao instituto GPP em 2014, e que apontou com todas as letras como ele poderia chegar ao Governo do Estado.

Carlos Eduardo encomendou uma pesquisa dessa: mais qualitativa do que quantitativa.

Que vai mostrar como ele pode se apresentar, com quem ele deverá estar no palanque, o que ele terá que dizer ao eleitor.

Enquanto essa pesquisa, feita fora do Rio Grande do Norte, não chegar às suas mãos e for amplamente analisada, ele continuará sem dar um pio sobre eleições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.