Thaisa Galvão

8 de maio de 2018 às 10:05

Nova fase da lava-jato apura propina de 200 milhões e ligação com o MDB [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A 51ª fase da Lava Jato deflagrada hoje investiga propina de R$ 200 milhões e ligação do dinheiro com políticos do MDB.

A Polícia Federal cumpre 6 mandados de prisão, um deles de um agente que se apresentava como arrecadador de recursos para emedebistas.

Ao todo são 4 mandados de prisão preventiva, 2 de prisão temporária e 17 de busca e apreensão em cidades do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Paraty, Niterói, Miguel Pereira, Jacuecanga, Petrópolis, Duque de Caxias e Areal);  Espírito Santo (Vitória) e São Paulo (Guaratinguetá).

Os mandados de prisão foram expedidos contra os alvos a seguir:

Prisão preventiva

Mario Ildeu de Miranda

Ulisses Sobral Calile

Aluísio Teles Ferreira Filho (ex-gerente-geral da área Internacional de Petrobras)

Rodrigo Zambrotti Pinaud

Prisão temporária

Sérgio Boccaleti

Ângelo Tadeu Lauria

A operação de hoje foi batizada de Déjà Vu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*