#JornalismoSemFakeNews

21 de junho de 2018 às 10:33

Ex-auxiliar do presidenciável Geraldo Alckmin é preso em operação da PF

[6] Comentários | Deixe seu comentário.

Operação Pedra no Caminho, deflagrada pela Polícia Federal e Ministério Público Federal, hoje em São Paulo, bate na porta da campanha do presidenciável tucano Geraldo Alkmin (PSDB).

Um dos presos é Laurence Casagrande Lourenço, que no último ano acumulou o cargo de secretário de Transportes e Logística do governo Alckmin.

A operação cumpre 15 mandados de prisão de suspeitos de desvio de dinheiro nas obras do trecho norte do Rodoanel Mário Covas, onde o Ministério Público Federal calculou em 600 milhões o sobrepreço.

À época Laurence era diretor presidente da Dersa, a sociedade de economia mista controlada pelo Governo de São Paulo, responsável por construir, operar, manter e administrar rodovias e terminais intermodais.

A operação Pedra no Caminho também cumpre 51 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Carapicuíba, Arujá, Bofete, Ribeirão Preto e São Pedro, no estado de São Paulo, e também em Marataízes e Itapemirim, no estado do Espírito Santo.

6 respostas para “Ex-auxiliar do presidenciável Geraldo Alckmin é preso em operação da PF”

  1. Marcia disse:

    Alckmin não está envolvido nisso, sua integridade será comprovada e ele será o nosso próximo presidente.

  2. Pablo disse:

    Alckmin não está envolvido com isso. É íntegro e o seu posicionamento com relação ao assunto é bastante claro. As leis tem que ser respeitadas e quem errou tem que pagar.

  3. Joao Oliveira disse:

    #Alckmin2018

  4. Pedro Caldas disse:

    Alckmin sempre se mostrou muito humilde e competente! Confio na trajetoria dele, acho que ele não tem nada a ver com isso ai! #GeraldoPresidente

  5. Pedro Caldas disse:

    Agora é #GeraldoPresidente

  6. Felipe Pansano disse:

    Eu voto em Geraldo Alckmin, é o único que esta preparada para ser Presidente do Brasil e tem experiência para saber tirar o Brasil da crise.

Deixe uma resposta para Marcia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.