Thaisa Galvão

30 de julho de 2018 às 12:03

Candidatura retirada após recebimento de fundo eleitoral obriga ‘ex-candidato’ a devolver o dinheiro? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Seguindo as regras da lei eleitoral sobre distribuição de recursos do fundo eleitoral, as cotas femininas serão respeitadas.

No PSDB, a cota total para dividir com deputados federais e estaduais homens em todo o país é de 43 milhões.

Já a cota feminina será de 55 milhões.

Menos mulheres, mais dinheiro.

Aí fica a pergunta, voltando ao cenário local?

E se algum candidato retirar o nome da disputa depois de ter recebido alguma cota?

Terá que devolver?

No PSDB potiguar se discute uma ‘desistência’ da vereadora de Mossoró, pré-candidata a federal, Sandra Rosado.

Ela ainda não decidiu e admite que está analisando sua pré-candidatura.

Caso saia antes de receber fundo partidário, nenhum problema

Mas, e se desistir depois de ter recebido?

Teria que devolver?

Com a palavra a justiça eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.