#JornalismoSemFakeNews

1 de setembro de 2018 às 10:58

Candidato com maior tempo de TV não somará nem 2 horas em 30 dias de programas e inserções e redes sociais serão a maior aposta da campanha

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Para os candidatos que aguardavam a propaganda eleitoral como a grande salvação para a campanha fria, e para se tornar conhecido pelo eleitorado de todo o estado, eis o que eles tem pela frente.

São 35 dias de propaganda eleitoral, entre programas e inserções.

Os programas, não veiculados aos domingos, caem para o número de 30, já que no período tem 5 domingos.

Dos 30 dias, 15 são para veicular programas de Governador, Senador e Deputados Estaduais, e 15 dias para programas de candidatos a Presidente da República e a Deputado Federal.

Contando o tempo de cada candidato a governador no RN, veja quanto tempo terá cada um nesses 30 dias.

O governador Robinson Faria (PSD), que conta com o maior tempo, 3 minutos e 31 segundos, terá ao todo, em 15 dias, 50 minutos e 5 segundos.

Multiplicando por dois, já que são duas exibições a cada dia, Robinson somará 1 hora e 50 minutos.

Menos de duas horas.

Nada.

A expectativa da campanha de Robinson, e dos demais candidatos, é que a inserções, distribuídas de acordo com o tempo que cada coligação tem na divisão do bolo, e que rodam aos domingos, peguem os telespectadores de surpresa e sejam enfiadas de goela abaixo nos eleitores.

*

Segundo maior tempo na propaganda, 2 minutos e 35, o candidato Carlos Eduardo Alves (PDT) terá ao todo, 35 minutos e 25 segundos.

Somando dois programas por veiculação, serão 1 hora, 10 minutos e 50 segundos.

Terá que apostar alto nas inserções – em menor proporção do que as de Robinson – e no envio de material em listas de what zap e divulgação em redes sociais.

*

Com menos tempo de propaganda, apenas 1 minuto e meio, a candidata Fátima Bezerra (PT), somará no período, 19 minutos e 5 segundos.

Multiplicando por dois, terá ao todo, na televisão, 39 minutos.

Terá menos inserções e a aposta nas redes sociais será bem alta.

*

Agora veja quanto tempo terão ao todo, nos 15 dias de veiculação, os demais candidatos:

-Breno Queiroga, do Solidariedade, com 47 segundo, terá no total 7 minutos e 5 segundos, e somando os dois programas, 14 minutos e 10 segundos.

-Carlos Aberto Medeiros, do PSOL, com 11 segundos por programa, terá no final 2 minutos e 5 segundos.

Somará 4 minutos e 10 segundos no final.

As inserções também serão em menor volume.

-Mesmo tempo que terá o candidato a governador do PSTU, Dario Barbosa: 11 segundos e total de 2 minutos e 5, fechando em 4 minutos e 10 segundos no final da propaganda eleitoral.

-Com 8 segundos para aparecer nos programas, Freitas Júnior (Rede) terá ao todo, em 15 dias, 1 minuto e 20 segundos, passando para 2 minutos e 40 segundos.

As inserções são mínimas.

Aposta nos factóides para enfraquecer a candidatura do Capitão Styvenson a senador, como forma de se manter na mídia.

-Heró Bezerra (PRTB) tem o menor tempo de TV: 7 segundos. Quando somar os 15 dias de peograma terá utilizado 1 minuto e 5 segundos, mas chegará ao fim da campanha com saldo de 2 minutos e 10 segundos

Ou melhor, chegaria, porque o primeiro dia de campanha não contou com o programa de Heró.

As chances de aparecer nas inserções também são mínimas.

O tempo é pouco, a criatividade tem que ser grande, e o risco de dar tiro no pé pode ser fatal.

Essa é a propaganda eleitoral que está só começando, mas que já está bem perto de acabar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.