#JornalismoSemFakeNews

10 de setembro de 2018 às 2:04

De acordo com decisão de presidente do TSE, PT tem até amanhã para definir novo candidato a presidente

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, negou, neste domingo, a prorrogação do prazo para o PT substituir o ex-presidente Lula na chapa presidencial.

Com a decisão, o partido tem até amanhã (11) para fazer a troca de nomes.

A defesa do petista havia requerido que a data-limite fosse estendida para o dia 17 de setembro.

Se não definir as candidaturas no prazo determinado, o PT pode ficar sem coligação na disputa pelo Planalto.

Até agora, o nome mais forte para ocupar o lugar de Lula é o do ex-prefeito Fernando Haddad, que ainda figura como candidato a vice-presidente.

A estratégia dos advogados do petista, agora, é fazer, entre esta segunda e terça, um “corpo a corpo” no Supremo em busca de uma “decisão relâmpago” para que não haja a substituição definitiva na chapa sem que o tribunal se pronuncie.

A ministra Rosa Weber também decidiu neste domingo encaminhar ao Supremo o recurso extraordinário apresentado pela defesa de Lula contra a decisão do TSE que negou o seu registro como candidato.

Agora, os advogados do ex-presidente vão apresentar dois pedidos de liminares ao ministro do Supremo Celso de Mello, um para aceitar o registro da candidatura em caráter provisório, suspendendo a decisão do TSE, e outro para que ele pelo menos interrompa o prazo de substituição da chapa até que o plenário do STF se pronuncie.

 

Com informações do Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.